sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Empresa privada italiana lança 1º trem de alta velocidade, chamado Italo

Italo, o primeiro trem de alta velocidade de uma empresa privada da Itália, foi apresentado nesta terça-feira em Nola, próximo a Nápoles, pela empresa ferroviária NTV, que pretende competir a partir de 2012 com a estatal Trenitalia.


"Inauguramos uma era marcada pela competição, os passageiros poderão escolher", afirmou Luca di Montezemolo, presidente da NTV ao inaugurar o trem, de cor vermelha e fabricado pela francesa Alstom.



Italo, o primeiro trem de alta velocidade de uma empresa privada da Itália, foi apresentado nesta terça-feira em Nola, próximo a Nápoles, pela empresa ferroviária NTV, que pretende competir a partir de 2012 com a estatal Trenitalia.
"Inauguramos uma era marcada pela competição, os passageiros poderão escolher", afirmou Luca di Montezemolo, presidente da NTV ao inaugurar o trem, de cor vermelha e fabricado pela francesa Alstom.
Apresentado por Montezemolo como o "trem mais moderno da Europa", é a última geração do renomado TGV francês e custou 90 milhões de euros, provenientes de investidores privados.
A companhia nacional francesa SNCF possui 20% da NTV, grupo fundado por empresários italianos liderados por Montezemolo, ex-presidente do grupo Fiat e atual chefe da Ferrari, e Diego della Valle, dono da marca de luxo Tod's.
O novo trem realizará 51 conexões por dia e um total de 12,3 milhões de quilômetros ao ano.
O Italo deverá entrar em funcionamento a partir de março de 2012 e terá três níveis de comodidades: smart, primeira classe e club.
Todos os vagões terão wi-fi e os passageiros poderão aproveitar uma sala de cinema. (Fonte: Folha Online)
Apresentado por Montezemolo como o "trem mais moderno da Europa", é a última geração do renomado TGV francês e custou 90 milhões de euros, provenientes de investidores privados.

A companhia nacional francesa SNCF possui 20% da NTV, grupo fundado por empresários italianos liderados por Montezemolo, ex-presidente do grupo Fiat e atual chefe da Ferrari, e Diego della Valle, dono da marca de luxo Tod's.

O novo trem realizará 51 conexões por dia e um total de 12,3 milhões de quilômetros ao ano.
O Italo deverá entrar em funcionamento a partir de março de 2012 e terá três níveis de comodidades: smart, primeira classe e club.

Todos os vagões terão wi-fi e os passageiros poderão aproveitar uma sala de cinema. (Folha)


Alstom

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

China testa ferrovia que pode alcançar velocidades superiores à 500 km/h

A construtora de ferrovias chinesa CSR começou os primeiras testes de um trem que poderá alcançar velocidades superiores a 500 km/h, o que o transformará em um dos mais rápidos do mundo, informou a agência oficial "Xinhua". O trem experimental, com seis vagões e o mais novo da série de trens bala chineses CHR, tem uma potência de 22.800 quilowatts, mais do dobro dos que atualmente cobrem a linha de alta velocidade entre Pequim e Xangai, destacaram os engenheiros.


Ding Sansan, engenheiro chefe da companhia, detalhou que o modelo do novo trem é inspirado em uma espada antiga chinesa, e que a carroceria plástica do veículo será reforçada com fibra de carbono. A China é um dos países que mais está desenvolvendo a alta velocidade ferroviária, até o ponto de já ter a maior rede mundial (9.600 quilômetros) em apenas quatro anos desde a abertura da primeira linha deste tipo.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Edital do TAV será publicado em fevereiro de 2012

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) irá publicar em fevereiro de 2012 o edital da primeira fase do Trem de Alta de Velocidade, que compreende a escolha da tecnologia e do operador. A entrega das propostas ocorrerá seis meses após o lançamento da licitação e deve acontecer em agosto.
A agência tem até o dia 02 de janeiro para finalizar os ajustes no edital e deve realizar as audiências públicas da licitação nas duas últimas semanas de janeiro. As audiências serão realizadas em todas as cidades por onde o trem passará.




Segundo o diretor-geral da ANTT, Bernardo Figueiredo, a agência conversou com os grupos interessados no TAV e procurou fazer os ajustes necessários para que haja o maior número possível de concorrentes. O risco cambial e a demanda são os pontos que mais preocupam os interessados –  situações que Figueiredo disse que estão previstas no edital e nos financiamentos. O diretor também afirmou que o projeto não sofrerá grandes alterações, somente as adequações necessárias para a nova modelagem.

Com a escolha da tecnologia, a ANTT receberá do vencedor os parâmetros necessários para a infraestrutura e iniciará a segunda etapa do processo, que envolve as obras civis. O edital desta etapa deve ser lançado no segundo semestre de 2013.


O projeto do TAV brasileiro, que ligará Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas, está orçado em R$ 33 bilhões. O custo é com base em levantamentos de 2008 e será atualizado. A União já deu início ao processo de licenciamento ambiental e custeará a elaboração do projeto de engenharia do TAV.  O prazo máximo para as obras de infraestrutura é de 5 anos e a expectativa é que estejam concluídas em 2018.


RF 06/12/11
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...