terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Renfe Sevilha - Espanha

A cidade de Sevilha está localizado no sudoeste de Espanha, trens com destino para a cidade de Sevilha é muito fácil e confortável. Na verdade, Sevilha está muito bem ligada a outras partes da Andaluzia e em outras regiões da Espanha. Ela só tem uma estação central chamada Santa Justa, tornando-a mais fácil de organizar a sua viagem.



sábado, 27 de dezembro de 2014

EUA quer implantar trens de alta velocidade mais rápido que o Acela

Barack Obama expôs uma visão ousada para um Estados Unidos conectados por quilômetros de novas ferrovias de alta velocidade.

"Há aqueles que dizem que ferrovia de alta velocidade é uma fantasia, mas o seu sucesso em todo o mundo diz o contrário," Obama proclamou no dia em que anunciou o plano. Com efeito, há muitos trens de alta velocidade em todo o mundo transportando pessoas com alta tecnologia e segurança máxima.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Alstom AGV - Itália

NTV - Nuovo Transporto Viaggiatori é o primeiro operador privado na rede ferroviária italiana de alta velocidade e a primeira operadora do mundo a usar o novo trem Alstom AGV, que detém o recorde de trens de alta velocidade.

Com sua frota de 25 trens mais modernos da Europa, operam com uma rica experiência de entretenimento e serviços. A combinação desta inovação tecnológica com materiais compostos e sistemas de tração trouxe mais perfeição. O trem oferece extremamente elevado desempenho ambiental, com energia consumo reduzida em 15%.

sábado, 20 de dezembro de 2014

Trem Pendolino de Alta Velocidade Certificado na Polônia

O Instituto Polonês de Transporte Ferroviário responsável pela supervisão sobre a segurança do setor ferroviário na Polônia, certificou o trem Pendolino para uma velocidade de até 250 km/h. Ele também confirmou que o trem Pendolino é compatível com o sistema de sinalização polonês o ERTMS 1. A conformidade com o nível ERTMS 2 será objeto de outra certificação. Este marco ocorreu após o trem Pendolino atingir uma alta velocidade recorde de 293 km/h na Polânia. Fonte: Alstom

domingo, 14 de dezembro de 2014

Trem Pendolino Virgin - Natal

Se você viajar na rede de trens da Virgin no Reino Unido este mês, talvez você poderá viajar a bordo do trem Pendolino recentemente decorado para o Natal.

Os trens Pendolinos são carinhosamente chamados pela sua característica de compensar nas curvas como se fosse um pêndulo, ajudando sua performance nos raios de curvas mais intensos. Fonte: Virgin Trains/Alstom

 

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

China inaugura trem de alta velocidade entre Xangai e Cantão

A China irá inaugurar na quarta-feira um trem de alta velocidade que unirá seus dois principais polos econômicos, Xangai (leste) e Cantão (sudeste), trajeto que terá 6h51 de duração.

O trajeto feito pelo trem de alta velocidade entre duas das principais cidades da China será nove horas menor do que o realizado pela ferrovia convencional e o terá o dobro do tempo de uma viagem de avião.


A abertura da nova linha está entre as novidades anunciadas recentemente pelas autoridades ferroviárias de Xangai, que contará a partir deste mês com 32 novas rotas de trem de alta velocidade em direção a cidades do interior chinês, como Huaihua (província de Hunan) e Nanchang (Jiangxi) e Nanning (Guangxi).

Todas estas rotas, incluindo a que parte para Cantão, cerca de 1,2 mil quilômetros de distância, sairão da estação de Hongqiao, que compartilha localização e instalações com o aeroporto internacional do mesmo nome, o menor dos dois comerciais da cidade, ao oeste da capital econômica da China.

A essas novas linhas se somará algumas das rotas de alta velocidade já existentes rumo a várias cidades nos extremos do país, como Harbin (Heilongjiang, nordeste), Shenzhen (Cantão, sudeste) e Lhasa (Tibete, oeste), e que passarão de trens rápidos, com paradas no caminho, a trens diretos a partir de amanhã.

A China tem a maior rede de ferrovias de alta velocidade do mundo, com mais 11 mil quilômetros, e as autoridades planejam seguir acrescentando lances, de modo que este meio de transporte chegue a todas as capitais provinciais do país. Fonte: EFE

sábado, 6 de dezembro de 2014

Trem de Alta Velocidade CRH - China

A abertura da de 1.200 milhas Beijing a Guangzhou linha ferroviária de alta velocidade, marcou o mais interessante marco em "um dos projetos maiores e mais ambiciosos do mundo de infra-estrutura." A mais longa linha desse segmento no mundo leva apenas 8 horas para atravessar.

A uma velocidade de 300 km/h, a maravilha da infraestrutura que cobre uma distância semelhante a que separa Nova York e Key West, na Flórida. Em apenas 8 horas. Os trens da Amtrak de Nova York para Miami levam 30 horas. 


quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

TGV Duplex Características Técnicas

A Tração é formada de Unidade sincronizada de Velocidade máxima, a 320 km/h, a Alimentação de 25 kV na origem, 50 Hz, 1,5 kV Corrente continua: 8,8 MW Bitola, 1435 mm Configuração: M –8R-M podendo ser alterada para 14 ou mais vagões, Largura de 2,90 m Capacidade de 510, Peso total de 425 t Comprimento de 200 m Carga máxima por eixo: 17 t


sábado, 29 de novembro de 2014

Trem de Alte Velocidade Zefiro da Bombardier

Líder em tecnologia Rail Bombardier Transportation fornece trens também para Itália, o Frecciarossa trem de alta velocidade em seu local de Vado Ligure, na Itália. Construído pela Bombardier Transportation e seu parceiro de consórcio Ansaldo Breda da Itália, o Frecciarossa 1000 é o membro da Bombardier Zefiro família de trens de alta velocidade e é conhecido como o V300 Zefiro.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Alfa Pendular o Pendolino Português

O nome vem de uma tecnologia que simula um pêndulo, possibilitando ao trem realizar curvas fechadas sem diminuir a velocidade, é similar aos trens também chamados de Pendolinos. É possível visitar algumas das principais cidades portuguesas num trem de alta velocidade da empresa CP. O Alfa Pendular é fabricado na Itália pela Fiat. Por causa das condições limitadas das ferrovias em Portugal, só atinge a velocidade máxima de 220 km/h.


A linha Alfa cobre 624 km de norte a sul do país. Liga Braga (no norte do país) a Faro, no litoral sul. Passa por Porto, Coimbra e Lisboa. Seu serviço é simples: áudio, vídeo, cafeteria e fraldário. Oferece opções de refeições especiais, quando solicitados com antecedência. Fonte: CP Portugal

domingo, 23 de novembro de 2014

Shinkansen E6 - Japão

A Série E6 Super Komachi (Vermelho) acoplado com um trem Série E5 Hayate (verde) na Estação de Tóquio com um trem Série E2 na via ao lado. Separadamente, o Super Komachi em viagens a 300 km/h mas, quando acoplado fica um pouco mais lento chegando até 286 km/h. O Japão foi pioneiro na tecnologia em trens de alta velocidade.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Trem de Alta Velocidade Istambul-Ankara - Turquia

A Turquia inaugurou uma ligação ferroviária de alta velocidade entre Istambul e Ancara, cortando pela metade o tempo de viagem de sete horas entre as duas cidades. O primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan viajou a bordo do primeiro trem no serviço de Ancara, parando em uma cidade a caminho de fazer um discurso de campanha.

As faixas permitem que trens possam atingir velocidades de até 250 km/h. Erdogan. O novo serviço será encerrado no subúrbio de Istambul de Pendik, no lado asiático do Bósforo. O governo planeja construir uma nova ligação ferroviária, sob o Bósforo, para o centro da cidade. Fonte: BBC News


Turquia

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Passageiros testam trem que atinge 500 km/h no Japão

Cem passageiros participaram no Japão de testes com trens de alta-velocidade 'maglev' - que usam levitação magnética e 'flutuam' sobre os trilhos.

Os novos modelos chegam a até 500 km/h e são ainda mais rápidos que os famosos trens-bala japoneses, que viajam a uma velocidade de 320 km/h.


São mais velozes também que a linha de mag-lev que opera entre o aeroporto de Xangai, na China, e o centro da cidade, que atinge 430 km/h.

O teste foi realizado no trecho de 43 km entre as cidades de Uenohara e Fuefuki, no centro do Japão. Serão oito dias de testes, que terão a participação de 2,4 mil pessoas. Mais de 240 mil haviam se cadastrado para os testes. Fonte: BBC

Eurostar compra sete trens e aumenta destinos na Europa

A Eurostar está gastando 300 milhões de libras (R$ 1,2 bilhão) em sete novos trens. O objetivo é aumentar o número de destinos da empresa com trajetos mais distantes e atrair mais passageiros que, atualmente, optam por viagens aéreas.

Exatamente 20 anos depois do início do trecho ferroviário entre Londres, Paris e Bruxelas, a Eurostar apresentou, semana passada, o novo visual dos trens. O projeto faz parte da estratégia de expansão da frota e que está orçado em 1 bilhão de libras (R$ 4 bilhões).


Nessas duas décadas, a ligação entre as três capitais europeias transformou o transporte local. A Eurostar domina cerca de 80% do mercado entre esses destinos. Segundo a empresa, esse percentual é o dobro do que era logo depois do lançamento.

— Eu não acho que podemos ir muito além disso. O crescimento para nós não está mais dentro de Paris ou Bruxelas, está em outros destinos — disse o presidente-executivo da Eurostar, Nicolas Petrovic.

Nos próximos dois anos, as tradicionais linhas amarelas das laterais do Eurostar serão vistas do norte da França e da Bélgica, até Marselha, no sul do país francês, e Amsterdã, na Holanda.

— Precisamos convencer os passageiros que vale a pena experimentar a nossa companhia e trocar as viagens aéreas pelas ferroviárias. Temos de criar novos mercados que não existem agora — disse Petrovic.

Os novos trens terão assentos maiores, com mais espaço entre uma poltrona e outra, além de Wi-Fi em todos os vagões. Segundo a empresa, o júri que decidirá se a troca da da viagem aérea pela terrestre vale a pena é formado pelos passageiros.

A Eurostar espera que os novos trens possam ajudar a empresa a combater qualquer concorrência futura. A empresa alemã Deutsche Bahn está planejando uma outra rota ferroviária por túnel, que ligará Frankfurt a Londres, via Bruxelas. Fonte: O Globo

domingo, 16 de novembro de 2014

Despache seu carro no trem até a cidade destino

Na Europa existe a possibilidade de colocar na véspera da sua viagem, o seu carro dentro de um trem e no dia seguinte encontrá-lo à sua espera na cidade de destino. Por exemplo, a viagem Paris Marseille de carro dura em torno de oito horas. São oito horas de monotonia, de auto-estradas onde não se vê nada a não ser postos de gasolina. O que faço? Na véspera da viagem entrego o carro à SNCF, no dia seguinte pego o TGV, faço este mesmo percurso em três horas e quando chego a Marseille, meu carro já está lá me esperando. Para um carro de tamanho médio, o preço deste serviço gira em torno de 250 euros. O que eu iria gastar com gasolina e pedágio seria um pouco menos que este valor. Mas o conforto e a segurança desta viagem de train+auto vale a pena o acréscimo no preço.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Novo Trem Eurostar Design Italiano e Wi-Fi

A Eurostar anunciou uma nova série de trens super-rápidos, uma vez que comemora 20 anos de transporte. O modelo E320 foi apresentado na quinta-feira 12 de novembro  na estação de St. Pancras, em Londres.

Os trens vão viajar a uma velocidade de 320 km/h (menos cerca de 15 minutos nas viagens), a empresa diz que está adicionando sete dos novos desenhos para a sua frota, definido para operação comercial em 2015.


Fonte: Siemens

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Empresas chinesas irão participar de projetos ferroviários de alta velocidade na Índia

Empresas chinesas e indianas irão juntar-se para licitar em conjunto por cinco projetos ferroviários de alta velocidade na Índia, a fim de frustrar os lances japoneses para construir trens-bala. Este movimento é uma reação em direção a recente visita do primeiro-ministro indiano Narendra Modi ao Japão, onde foi prometido apoio técnico, financeiro, bem como operacional para os projetos de trem-bala na Índia. Especulações sugerem que um dos gigantes da China ferroviárias, CSR Corp ou CNR Corp, poderão participar da licitação como potenciais parceiros.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Trenitalia e NTV - Europa

A ferrovia de alta velocidade na Itália consiste em duas linhas que ligam a maior parte das principais cidades do país. A primeira linha liga Turim a Salerno via Milão, Bolonha, Florença, Roma e Nápoles, a segunda vai de Turim para Veneza através de Milão. As linhas são projetadas para uma velocidade máxima superior a 300 km/h.

O serviço é fornecido pela Trenitalia e pela NTV, que entrou em operação em abril de 2012. Vários projetos estão em andamento para expandir o sistema. Os planos incluem ambas as conexões mais domésticos, como a Genova , e novas ligações internacionais para França, Áustria e Eslovênia.

sábado, 8 de novembro de 2014

Alfa Pendular somou quatro milhões de quilômetros

O primeiro trem alfa pendular a totalizar quatro milhões de quilômetros percorridos saiu de Santa Apolónia às 20h desta quinta-feira e chegada ao Porto prevista para as 22:52 h. O quadrimilionésimo quilômetro foi atingido entre Espinho e Gaia, por volta das 22:40 h.

Este valor é conhecido porque a EMEF, a empresa de manutenção da CP, tem monitorizados todos os quilômetros percorridos pelas dez unidades que compõem a frota de alfa pendulares da empresa.

Designado CPA4003, este trem entrou em serviço em 1999 e, por um mero acaso devido às rotações de material, é o que tem mais quilômetros percorridos. Nos próximos dias os restantes pendulares deverão, também, chegar aos quatro milhões de quilômetros. Fonte: CP

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Ferrovia de alta velocidade entra em operação em Xinjiang

Uma ferrovia de alta velocidade entre Urumqi, capital da Região Autônoma Uigur de Xinjiang, noroeste da China, e a sub-região de Hami, também em Xinjiang, entrará em operação em 16 de novembro, informou nesta quarta-feira (5) a Companhia de Ferrovia da China (CFC).


Os trens-bala operarão a uma velocidade de cerca de 200 quilômetros por hora na etapa inicial da operação. O tempo da trajetória entre Urumqi e Hami será reduzido das atuais cinco horas a cerca de três.

A China começou a construir a ferrovia de 530 quilômetros em janeiro de 2010, parte da linha ferroviária de alta velocidade entre Lanzhou e Xinjiang, que passa pela Província de Gansu, noroeste do país, Qinghai e Xinjiang.

Túnel anti-vento da ferrovia de alta velocidade do Xinjiang


O restante da ferrovia Lanzhou-Xinjiang entrará em operação até o final de 2014.
"A ferrovia de alta velocidade melhorará ainda mais as condições de viagem para todos os grupos étnicos em Xinjiang e também facilitará o desenvolvimento econômico e social na região autônoma", disse a CFC em um comunicado. Fonte: Vermelho

Estações Ferroviárias na China











Trem de Alta Velocidade CRH 380A - China


O trem de alta velocidade chamado de "CRH 380A" liga as cidades próximas de Xangai e Hangzhou, o trem estabeleceu um novo conceito em transporte ferroviário na China. Além disso, como os outros trilhos de alta velocidade em construção na China, este novo trilho é baseado na tecnologia desenvolvida inteiramente na China, que pretende levar ao mundo um desenvolvimento ferroviário de alta velocidade.

Gare TGV Lyon - Saint Exupery

Projetada pelo Arquiteto espanhol Santiago Calatrava, a estação de Lyon na França, com 5.600 metros quadrados se assemelha a um pássaro no momento da fuga e é vista como uma porta de entrada simbólica para a região de Lyon.

O armação em aço atinge quase 40 metros de altura e sua estrutura de concreto refere-se à metáfora de um enorme pássaro com asas espalhadas. Chegando de carro você entra no salão principal através de um "Portal", formado por um pilar de concreto em forma de V que se juntam as extremidades de quatro arcos em aço.


O par do centro de arcos segue a linha do telhado para formar uma espinha, as vigas curvas exteriores abrangem mais de duas asas simétricas envidraçadas. No triangular salão principal da coluna central é formada por três arcos apoiados em conjunto por vigas diagonais. Duas grandes varandas suspensas penetram no espaço.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Korea Train Express - KTX

O Korea Train Express KTX é um sistema de trens de alta velocidade da Coreia do Sul operado pela companhia Korail. A tecnologia do comboio é baseado no sistema de TGV francês, apresentando velocidades de mais de 300 km/h. Em 16 de Dezembro de 2004 o comboio coreano HSR-350X efetuou uma viagem de testes alcançando os 352.4 km/h.

Após 12 anos de construção, a linha Gyeongbu (ligando Seul até Busan via Daejeon e Daegu) e a linha Honam (Seul paraGwangju e Mokpo) abriram em 31 de Março de 2004, utilizando trens de alta velocidade em apenas parte da linha (Seul-Daegu), a nova linha corta o tempo de viagem entre Seul e Busan dos anteriores 260 minutos para apenas 160 minutos, chegando até 116 minutos. Fonte: KTX

terça-feira, 4 de novembro de 2014

AVE série 102 - Espanha

O trem é apelidado de Pato, devido ao design aerodinâmico dos carros que se assemelham a um bico de pato. O projeto bico reduz o ruído criado pela resistência do ar em altas velocidades.

Os trens da série foram destinados para uma velocidade máxima de 330 km/h. Esta velocidade máxima deveria ser suficiente para cumprir a condição da proposta de um tempo de viagem de 2 horas e meia entre Madrid e Barcelona. Os especialistas atribuem uma redução redução em relação aos planos originais para a razões orçamentais, que derivam os requisitos de energia aumentou fortemente em velocidades ainda mais elevadas. Fonte: Renfe

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

TGV França Itália

TGV França Itália começou a operar em 11 de Dezembro de 2011, todos os dias são oferecidos três tipos serviços que ligam Paris e Milão para Lyon e Turim, do centro de uma cidade a outra. Seguro, confortável e com o melhor preço os trens TGV são a melhor maneira de viajar entre França e Itália.


Rotas e tempos de viagem

Entre França e Itália, com três serviços diários, o trens de alta velocidade que superam velocidades de 280 km/h fazem a viagem entre Paris e Milão em apenas um pouco mais de 7 horas.

Estações:

Paris: Gare de Lyon

Turim: Torino Porta Susa

Milan: Milano Porta Garibaldi

Melhores Tempos de viagem:

Paris-Turim: 5h30

Paris-Milão: 7h10

sábado, 1 de novembro de 2014

Coreano KTX

Coreano trem de alta velocidade KTX (Korea Train Express) sistema de alta velocidade da Coréia do Sul, que é controlada pela Korail. Tecnologia da criação dos comboios é em grande parte baseado no sistema francês TGV, atinge uma velocidade máxima de 350 km/h. O custo do sistema é de US $ 20 bilhões de dólares. Esta linha liga a capital, Seul, com os dois maiores portos do país na cidade de Mokpo, na costa sudoeste e na cidade de Pusan ​​no sudeste. Fonte: KTX

Governo Português considera prioritário conexões ferroviárias de alta velocidade com a Espanha

As decisões do Governo Português sobre as ligações ferroviárias para Espanha. O Governo Português considera investimento "prioridade" na melhoria das ligações ferroviárias com Espanha a partir de 2015. Em 2015 o trabalho começará na linha do solo Português "alta performance" Madrid-Lisboa com conclusão prevista para 2019. Três anos antes, em 2016, espera que a linha Porto-Vigo seja operacional, também incluiu em sua lista de prioridades. O anúncio foi feito pelo Secretário de Estado da Infraestrutura, Transportes e Comunicações Sérgio Silva Monteiro

Assim, a ligação Madrid-Lisboa será de alta velocidade (AVE) no lado espanhol, com capacidade de conduzir a mais de 300 km/h e "alto desempenho" no lado Português, com um máximo de 220 ​km/h. Não será preciso trocar de trem os sistemas devem ser "totalmente interoperável" e permitir a passagem de trens de passageiros e de mercadorias.


sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Projeto do Trem de Alta Velocidade volta aos planos no Brasil

Depois de oito anos de discussões, estudos e três tentativas frustradas de leilão, voltou aos planos do governo o polêmico projeto do trem-bala, que ligará Campinas e São Paulo ao Rio.

Apesar de ter ficado adormecido durante este ano de eleições, o trem-bala continuou a ser alvo de estudos técnicos pela Empresa de Planejamento e Logística (EPL), que está próxima de concluir seus levantamentos para apresentar editais de contratação.
Uma fonte próxima ao projeto afirmou ao Estado que, já no início de 2015, será possível apresentar os editais para contratação de novos estudos técnicos envolvendo itens como demanda, custos operacionais, investimentos necessários, geologia, entre outros.


A contratação de novos estudos passou a ser uma exigência do Tribunal de Contas da União (TCU). Em agosto, o órgão de fiscalização decidiu que o estudo de viabilidade técnica e econômica usado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para licitar o projeto não tinha mais condições de apoiar a contratação porque estava desatualizado.

O trem-bala é um projeto defendido pessoalmente pela presidente Dilma Rousseff, que fez diversas tentativas de licitar o trem-bala, mas acabou recuando. A situação econômica do País esboçada para 2015 não dá sinais de comportar espaço para gastos bilionários.

Na prática, porém, são mínimas as possibilidades de licitação do empreendimento no próximo ano. É preciso contratar os estudos, dar tempo para realizá-los e só depois submeter uma proposta de leilão ao gosto do mercado – antes, porém, isso terá de passar pelo crivo do TCU. Na melhor das hipóteses, portanto, caso Dilma decida realmente levar o projeto adiante, a licitação efetiva da obra só ocorreria em meados de 2016.

O projeto fez parte das discussões internas durante a campanha eleitoral de Dilma. No mês passado, durante uma entrevista com blogueiros, Dilma deu sinais claros de que o projeto está mais do que vivo em seus planos. “Nós achamos que o Brasil precisa do trem-bala”, disse. O projeto foi adiado, segundo ela, devido a questões como busca de mais concorrência e a crise do euro, entre 2011 e parte de 2013. “Resolvemos esperar momentos melhores”, disse. “É certo que entre Rio e São Paulo tem demanda suficiente.”

O traçado de 511 quilômetros do trem-bala prevê a ligação entre Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas, com sete paradas no trajeto. Até dois anos atrás, o governo garantia que a obra ficaria pronta pelo custo de R$ 34 bilhões, mas empresas avaliavam que o empreendimento não sairia por menos de R$ 50 bilhões. Fonte: O Estado de S. Paulo

Centro de Manutenção em Jinan - China

A Manutenção dos trens CRH, geralmente verifica o status dos trens de alta velocidade, todas as noites depois de 10 horas de trabalho. São necessários quatro horas para verificarem um trem.

O Centro de Manutenção fica localizado em Jinan, província de Shandong, foi oficialmente colocado em operação em 1º de julho de 2011. Os trens de alta velocidade CRH podem chegar até 380 km/h.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Cabine do CRH no centro de manutenção

Um equipamento de controle técnico na cabine os técnicos baixam os dados técnicos computadorizados dos trens de alta velocidade CRH. Técnicos verificam o status dos bancos, todas as noites eles precisam verificar mais de 10.000 lugares e 5.000 instalações de serviço. (Xinhua / Zhu Zheng)

Ampliação CRH - China

A CRH uma abreviação para China trem de alta velocidade, se refere a trens com velocidades acima de 200 km por hora. Com uma velocidade projetada de 350 km/h, os novos trens CRH viajam entre Pequim e Xangai.

Zhang Shuguang, diretor do departamento de transportes do MOR, disse que a China iria ver "grandes compras" de trens CRH nos próximos anos, após a conclusão de mais linhas ferroviárias de passageiros em todo o país. A MOR tem planejado gastar 500 bilhões de yuans para compras de trens ao longo dos próximos quatro anos. "As compras fornecerá um forte apoio para indústrias relacionadas ", disse Zhang. A fabricação de um trem CRH requer cerca de 100.000 peças de uma ampla gama de indústrias, tais como mecânica, metalurgia, elétrica, química e materiais.


quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Acela Express - EUA

O Acela Express oferece serviço de hora em hora dos centros das cidades durante o pico da manhã e da tarde de rush entre Nova York, Washington, DC, Baltimore, Filadélfia e outras cidades intermediárias, assim como muitas viagens de ida e volta entre Nova York e Boston.

Você também pode escolher o Acela Express para viajar entre DC e Boston. Além de todas as comodidades podemos apreciar na Business Class ou primeira classe uma viagem super agradável em alta velocidade. Fonte: Acela

terça-feira, 28 de outubro de 2014

TGV Lyria

TGV Lyria é o trem de alta velocidade que liga a França à Suíça. Em apenas algumas horas, o TGV Lyria irá levá-lo do centro de uma cidade a outra, o trajeto pelas montanhas suíças cobertas de neve é de tirar o fôlego, fazendo com que cada viagem seja muito especial.


O TGV Lyria sai da França para as principais cidades suíças, estações de esqui e lagos. TGV Lyria permite-lhe alcançar Basel e Zurique a partir de Gare de l’Est, e Berna, Interlaken, Lausanne e Genebra, de Gare de Lyon, em menos de 5 horas. Fonte: Lyria

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...