terça-feira, 29 de setembro de 2015

China aprova US$ 17,2 bilhões para três projetos ferroviários

A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, órgão encarregado do planejamento econômico da China, aprovou a construção de três projetos ferroviários, com um investimento total de 109,3 bilhões de yuans (US$ 17,2 bilhões), em um esforço conjunto das autoridades do país para aumentar o investimento em infraestrutura e impulsionar uma economia que desacelera. 


Os projetos envolvem uma ferrovia para trens de alta velocidade na província de Hubei, no centro do país, outro também para trens de alta velocidade em Jiangsu, província do leste, e um terceiro para uma ferrovia que deve passar pelas províncias de Yunan, Ghizhou e Sichuan, no sudoeste chinês, informou a comissão.

Pequim tem alocado agressivamente mais fundos para a construção de infraestrutura, a fim de impulsionar a segunda maior economia do mundo. A China cresceu 7% no segundo trimestre, seu ritmo mais fraco em seis anos. Além disso, uma série de indicadores fracos em agosto gerou mais preocupações sobre o estado da economia do país. Fonte: Dow Jones Newswires Foto: China Railway

domingo, 27 de setembro de 2015

Trem de Alta Velocidade Zefiro da Bombardier - China

O Bombardier Zefiro é um trem de alta velocidade de passageiros projetados pela Bombardier Transportation, a velocidade de operação pode chegar até 380 km/h. A família Zefiro é composta por Zefiro 250, que tem uma velocidade operacional máxima de 250 km/h (155 mph), inteiramente fabricado na China, o Zefiro 300, que tem uma velocidade operacional máxima de 300 km/h (186 mph), e o Zefiro 380, que tem uma velocidade operacional de topo 380 km/h (236 mph).

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

TGV Thalys fazendo serviço na estação Colônia - Alemanha

O Thalys é um trem de alta velocidade construído para atuar entre Paris, Bruxelas, Colônia e Amsterdã. Esta linha é partilhada com os trens da Eurostar que vão de Paris ou Bruxelas para Londres via Lille, pelo Eurotúnel e pelos trens TGV da rede francesa. O sistema é servido por dois modelos de comboios, o PBA e o PBKA, ambos pertencentes à família de trens de alta velocidade TGV (train à grande vitesse), construídos pela Alstom na França, apesar de não serem muito parecidos com os TGV das linhas nacionais. Foto: Silvério Borges/Fonte: Thalys

domingo, 20 de setembro de 2015

Trem de Alta Velocidade Hayabusa - Japão

O Hayabusa começou a operar no Japão em 5 de março de 2011, num trajeto de 900 quilômetros, ligando Tóquio à Aomori, cidade de 300 mil habitantes no norte do país, a uma velocidade de 320 quilômetros por hora, o que o faz chegar ao destino em 3 horas.


A primeira classe é um dos ingredientes mais chamativos do novo trem. Uma passagem para desfrutar desse conforto custa 17 mil ienes, cerca de 340 reais. Para a viagem de inauguração, em um leilão na internet, o bilhete da “GranClass” atingiu o valor de 4 mil euros. As vantagens são medidas pelo pacote de mordomias: muito espaço para o passageiro, assentos de couro, iluminação pessoal para leitura, descanso para as pernas, acesso irrestrito a refeições leves e bebidas alcoólicas, internet wi-fi e outros agrados.


Estação Colônia

Os trens são a forma mais conveniente de chegar a qualquer cidade e vilarejo da Europa. Todas as principais cidades possuem uma estação de trem. As grandes metrópoles, por sua vez, possuem mais de duas estações ferroviárias. Quase todas estão localizadas no centro das cidades.

É difícil deixar de ver as enormes torres gêmeas da histórica catedral gótica de Colônia. Mas, para saber o que realmente faz esta cidade alemã se agitar, escolha uma confortável hospedaria junto ao rio Reno, peça uma cerveja kölsch e converse com os alegres habitantes locais. No detalhe, um TGV Thalys. Foto: Tav Trilhos

Estação Madrid Atocha

A Estação de Atocha é uma estação ferroviária, situada em Madrid Espanha, junto à Plaza del Imperador Carlos V. Este grandioso edifício construído essencialmente em ferro e vidro. Serviço de longo percurso, tanto diurno como noturno, que permite a ligação desde Madrid às mais importantes cidades da Espanha e Europa. A estação foi inaugurada em 1892. Foto:Tav Trilhos


domingo, 13 de setembro de 2015

Estação Colônia Alemanha

Colônia, também chamada de Köln (alemão) ou Cologne (inglês), fundada pelos romanos, possui mais de dois mil anos de história. Conhecida por sua catedral gótica, a mais popular da Alemanha e uma das mais famosas da Europa, a cidade fica às margens do rio Reno e é uma das maiores da região de Nordrhein-Westphalen (Renânia do Norte-Vestfália) com 1 milhão de habitantes. Vale visitar também os diversos museus, construções históricas e galerias de arte. Além da catedral, Colônia orgulha-se do seu carnaval e das noites agitadas. Experimentar a Kölsch, cerveja produzida na cidade. Foto: TavTrilhos

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Trem de Alta Velocidade Thalys

Trens de alta velocidade Thalys, o melhor para viajar entre Paris, Bruxelas, Amsterdã e Colônia. O Thalys, o famoso trem vermelho, une a França com a Bélgica, mas também com outros países como Holanda e Alemanha. O Thalys é um trem de alta velocidade que viaja a até 300 km/h. A viagem dura relativamente pouco, o que a torna a melhor solução para unir a França com a Bélgica e a Holanda. Com serviços frequentes – até 23 viagens de ida e volta entre Paris e Bruxelas – é muito fácil incluir destinos no seu itinerário com o Thalys. Foto: TavTrilhos/Texto: Raileurope



terça-feira, 8 de setembro de 2015

Amtrak - EUA

General Electric Genesis é uma série de locomotivas de passageiros produzidas pela GE Transportation Systems, uma subsidiária da General Electric. Entre 1992 e 2001, 321 unidades foram construídas para Amtrak, Metro-North, e Via Rail.

A série de locomotivas Genesis foi projetado por General Electric em resposta a uma especificação publicada pela Amtrak e, finalmente, selecionadas ao longo de um projeto concorrente apresentada pela GM EMD.  A maioria dos trens da Amtrak são alimentados por pelo menos uma unidade Genesis. Fonte: GE

sábado, 5 de setembro de 2015

Gare Du Nord - Paris

Localizado no coração de Paris, esta bela estação está idealmente situada para fácil acesso a alguns dos mais atraentes pontos turísticos da cidade. Por exemplo, pegar o metrô e depois de apenas uma parada você poderá encontrar Anvers, casa de Montmartre e do Sacré-Coeur.

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Japão quer investir em infraestrutura no Brasil

Com um orçamento de US$ 81 bilhões para investir em infraestrutura em alguns países, Japão busca parceria com o Brasil para concretização de vários projetos, afirmou Takuma Hatano, presidente da Corporação Japonesa de Investimento em Infraestrutura para Transporte e Desenvolvimento Urbano no Exterior (Join, na sigla em inglês), no final da 18ª reunião conjunta do Comitê de Cooperação Econômica Brasil-Japão, na terça-feira (1). 


Organizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e sua contraparte japonesa, a Keidanren, em parceria com a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), a 18ª edição do evento reuniu 400 representantes dos setores públicos e privados de Brasil e Japão durante dois dias no centro de convenção da Fiergs, em Porto Alegre.

O orçamento japonês, de US$ 81 bilhões para investimentos em outros países, tem previsão de ser elevado para cerca de US$ 244 bilhões até o ano de 2020.

Os temas tratados no encontro incluíram perspectivas econômicas para os dois países, recursos naturais e renováveis, cooperação empresarial, agronegócio e inovação e tecnologia. O último dia do evento contou com a participação do governador do Rio Grande do Sul. Sartori ressaltou as negociações com o governo federal para ampliar concessões no Estado.

Criada em 2014, a Join é gerida pelo governo japonês, mas seu capital é divido: 50% público e 50% privado. A função do órgão é estimular e fazer com que empresas japonesas participem de investimentos e parcerias Público-Privadas (PPPs) em outros países.

“Temos 2 mil engenheiros especialistas para enviar ao exterior”, explicou Hatano, que participou do painel Infraestrutura e Agronegócio. “Não somos apenas financiadores, também colocamos a ‘mão na massa’, e é importante que tenhamos um parceiro financiador local, no caso do Brasil, o BNDES, por exemplo.

As áreas de atuação da Join são concentradas em trem de alta velocidade (trem-bala), metrôs, pontes, logística, offshore, terminais portuários, aeroportos e desenvolvimento urbano. Porém, para estabelecer PPPs no Brasil, o presidente da Join estabeleceu condições.

“O governo brasileiro precisa estar comprometido e dar suporte. Além disso, a falta de transparência em um país é um empecilho para que empresas japonesas invistam”, alerta o presidente.

Takao Omae, presidente do subcomitê da Keidanren, atuou como mediador no painel. Omae disse que “melhorar a infraestrutura é um assunto da maior importância para o Brasil, o que pode ocorrer com contribuição e apoio financeiro do Japão”. Omae citou a participação japonesa em projetos no Brasil, como o metrô em São Paulo.

O secretário do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), órgão que faz parte do Ministério do Planejamento, Maurício Carvalho, ressaltou que as oportunidades podem surgir dentro do Programa de Investimento em Logística, lançado pelo Governo Federal este ano para modernizar aeroportos, rodovias, ferrovias e portos.

Com previsão de investimentos de R$ 198,4 bilhões, o programa do governo prevê concessões à iniciativa privada. Desse total, RS 69,2 bilhões devem ser aplicados entre 2015 e 2018.

No encerramento do encontro, Masami Ijima, presidente do Comitê de Cooperação Econômica Japão-Brasil, Seção Japonesa, confirmou o empenho de sua equipe de trabalho em relatar ao governo japonês os avanços das negociações em nível de investimentos privados no Brasil.

“Temos até dezembro, quando a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, visitará o Japão para apresentar a redação final dos acordos que podem ser trabalhados em âmbito privado, sem depender da regulação dos dois governos”, disse Ijima.

Esse acordo também inclui uma negociação para que profissionais brasileiros, sem origem japonesa, tenham uma melhor aceitação no mercado de trabalho japonês.

Quinto principal destino das exportações brasileiras, Japão também é visto como potencial fonte relevante de recursos que poderiam ser alocados em projetos de infraestrutura, energia e mineração no Brasil.

A aproximação entre os dois países deve ganhar força ao longo deste ano. Além da visita de da presidente Dilma ao Japão, o príncipe herdeiro japonês Naruhito está programado para visitar o Brasil ainda este ano, como parte das comemorações dos 120 anos das relações diplomáticas entre as duas nações. Fonte: Mundo-Nipo

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Trem de Alta Velocidade França e Espanha

Tempo para uma escapadela romântica, umas férias com amigos ou uma viagem de negócios, a partir de Barcelona ou Madrid em alta velocidade para 13 cidades francesas. Duas das maiores redes ferroviárias na Europa em alta velocidade (SNCF e Renfe) permitem que você descubra Barcelona e Madrid, mas também Figueres e Girona. Já é possível viajar de Mdrid, Barcelona para cidades da França em trens de alta velocidade. Fonte: SNCF



terça-feira, 1 de setembro de 2015

Entra em funcionamento a ferrovia que liga o nordeste chinês e a Europa

Um trem cheio de mercadorias partiu hoje (31) de Changchun, capital da província de Jilin, nordeste da China, e 14 dias depois, chegará a Schwarzheide, Alemanha. No dia 28 deste mês, o trem que viaja da Alemanha para Changchun, também partiu. Isso significa que a ferrovia que liga o nordeste chinês e a Europa entrou completamente em funcionamento. 


A ferrovia, que tem uma extensão de 9800 quilômetros, começa em Changchun, sai da China pelo porto Manzhouli, passa pela Rússia, Bielo Rússia, Polônia e chega à Alemanha.

A ferrovia beneficia não só a região nordeste da China, mas também o Japão, Coreia do Sul, Mongólia e outros países do nordeste da Ásia, permitindo serviços "porta a porta" de tais países para os países europeus, como a Polônia, Itália, República Checa, França, Espanha, Alemanha, entre outros. Fonte: CRI Online
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...