quarta-feira, 30 de março de 2016

Trem de Alta Velocidade Italiano - Trenitalia

A Trenitalia é a principal companhia de transporte ferroviário italiana, seja de passageiros como de mercadorias. É parte do grupo estatal Ferrovie dello Stato (Ferrovias do Estado-FS), surgiu em 1 de junho de 2000 da separação determinada pela normativa européia do grupo FS em fornecedor de serviços (Trenitalia) e gestor da rede (RFI).

A Trenitalia oferece transporte em todo território italiano (incluindo também as grandes ilhas Sicília e Sardenha) e para países europeus, como Alemanha, Áustria, Bélgica, Croácia, Eslovênia, França, Espanha, Hungria e Suíça. A companhia opera trem de alta velocidade ETR 500 (Eurostar Itália) e também é parceira no serviço Cisalpino (Itália - Suíça - Alemanha). Fonte: Trenitalia



domingo, 27 de março de 2016

Trem Allegro tecnologia Tiltronix

A tecnologia de inclinação permite que os trens que fazem a ligação entre Helsínquia e São Petersburgo em velocidades de até 220 quilômetros por hora. O tempo de viagem de 450 km foi encurtado para três horas e meia. O contrato da Alstom foi celebrado nos quatro novos trens Pendolino com Carélia Trens Ltd. em 2007. Carélia Trens Ltd. é uma joint venture entre a VR Corporation e Russian State Railways OAO RZD.

Escolha entre a espaçosa First Class, assento de couro com um lanche servido no seu assento, ou a familiar segunda classe que tem um parque infantil em um de seus carros. Há também um vagão restaurante que oferece bebidas, lanches, pratos à la carte e uma área de lounge. Fonte: Rail Europe



quinta-feira, 24 de março de 2016

Gare de Lyon uma das mais movimentadas da Europa

A Gare de Lyon é uma das seis grandes estações ferroviárias de Paris na França. Com movimentação de 83 milhões de passageiros por ano, tornando-se a terceira mais movimentada estação da França e uma das mais movimentadas da Europa. É o término norte da estrada de ferro Paris-Marselha. Foi nomeada em homenagem á cidade de Lyon. A estação está localizada no 12º arrondissement de Paris, na margem norte do Rio Sena, no leste de Paris.

A estação é servida pela alta velocidade dos trens da TGV para o sul e leste da França, Suíça, Alemanha, Itália e Espanha. A estação também abriga os trens regionais da RER e também uma estação de metrô com diversas linhas. Fonte: SNCF


terça-feira, 22 de março de 2016

Trens da ÖBB o máximo de conforto

Nos trens ÖBB, você também pode esperar para desfrutar de iguarias culinárias. Desde 2012, o nosso parceiro de catering "Henry am Zug", uma empresa do grupo DO & Co, cuida muito bem dos nossos passageiros. Embarque em sua próxima viagem de trem para descobrir a seleção pródiga de alimentos e bebidas. Várias centenas de membros da nossa equipe de serviços cuidam dos nossos passageiros em cerca de 160 trens, dia após dia. A equipe de "Henry am Zug" terá todo o prazer em servi-lo no restaurante on-board. Fonte: OBB

sábado, 19 de março de 2016

Trem de Alta Velocidade ligação entre Guilin e Guangzhou

Não há necessidade de viajar entre Guangzhou e Guilin de avião ou usando os trens noturnos lentos agora com o serviço de trem de alta velocidade tornou-se disponível desde Dezembro de 2014 fazer a ligação entre Guangzhou e Guilin. Os trens de alta velocidade são modernos e confortáveis uma boa oportunidade para apreciar a paisagem. Mais importante ainda, alguns dos trens de alta velocidade terá uma parada em Yangshuo (Yangshuo Railway Station), uma cidade famosa para os turistas. A distância de Guangzhou para Guilin é em torno de 478 km (297 milhas) Fonte: China trem

quinta-feira, 17 de março de 2016

Maior fabricante de trens da China ganhou um negócio de bilhões de dólares para fornecer trens para Chicago

A CRRC corporação, resultado de uma fusão em 2014 entre duas empresas estatais e a maior fabricante de trem do mundo em receita, assinou um contrato de US $ 1,3 bilhões para a fabricação de 846 vagões de metrô para a cidade do Meio-Oeste dos Estados Unidos, substituindo cerca de metade da sua frota. 


O prefeito da cidade, Rahm Emanuel, disse que o acordo iria "entrar para a história", ao Chicago Sun-Times. As empresas chinesas assinaram acordos para construir ferrovias em vários países, incluindo a Indonésia - onde bateu a concorrência japonesa - Sérvia e na Hungria e um projeto na Tailândia está sendo planejado.

Chicago tem sistema de transporte público segundo maior dos Estados Unidos, os trens serão montados na cidade por uma subsidiária CRRC US, CSR Sifang América, com o projeto prevê a criação de 169 postos de trabalho. A CRRC no ano passado ganhou um contrato para fazer 284 carros de metrô para Boston por US $ 566 milhões. Fonte: AFP

terça-feira, 15 de março de 2016

Chineses querem retomar Trem de Alta Velocidade e Transpequi

Os chineses pediram ao governo federal que lance Procedimentos de Manifestação de Interesse (PMIs) para duas linhas de trens de passageiros. A primeira, ligando Campinas (SP), São Paulo e o Rio de Janeiro - o mesmo trajeto do agora esquecido trem-bala. A segunda ligaria Brasília a Goiânia - um projeto folclórico na região. Em tom jocoso, foi batizado de "Transpequi", numa referência ao pequi, um fruto do cerrado muito consumido pelos locais para colorir e perfumar pratos como frango ensopado. 


Há sérias dúvidas sobre a viabilidade econômica de ambos os projetos. Mas isso não parece intimidar os chineses, que também estão estudando a Ferrovia Bioceânica, ligando Campinorte (GO) à fronteira com o Peru, para chegar ao Pacífico. Os chineses prometeram concluir os estudos até maio próximo. O pedido de lançar PMIs foi apresentado ao ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, durante sua passagem pela China, em fevereiro. Fonte: Agencia Estado


segunda-feira, 14 de março de 2016

CP assina parceria com a Emirates - Rail & Fly

A CP – Comboios de Portugal e a Emirates assinaram um acordo de parceria que vai beneficiar os seus clientes, nomeadamente através da atribuição de descontos nas viagens que envolvem ambas as empresas. O Rail & Fly CP/Emirates permite a qualquer passageiro de um voo Emirates, à partida ou chegada em Lisboa, a compra de um bilhete do Alfa Pendular ou Intercidades com uma redução de 20% sobre a tarifa base. As viagens de comboio podem ser adquiridas na Bilheteira Online CP e nas bilheteiras das estações com serviço de Longo Curso da CP.


A Emirates concede um desconto de 5% em Classe Económica aos clientes CP com registo na base de dados online myCP, extensível a um acompanhante e duas crianças menores de 12 anos, para todos os destinos Emirates com partida de Lisboa.

Rail & Fly CP é um produto da CP – Comboios de Portugal que visa a promoção da complementaridade entre o transporte aéreo e o ferroviário, promovendo ofertas e vantagens com parceiros estratégicos neste contexto. Fonte: CP

domingo, 13 de março de 2016

Túnel Ferroviário sob o Canal da Mancha - Eurotúnel

O Eurotúnel é um túnel ferroviário de 50,5 quilômetros de extensão que liga Folkestone, Kent, no Reino Unido, com Coquelles, em Pas-de-Calais, perto de Calais, no norte da França, sob o Canal da Mancha no Estreito de Dover. A ligação é feita por trens de alta velocidade da Eurostar e também por trens de cargas. No seu ponto mais baixo, atinge 75 metros de profundidade, com um trecho submerso de 37,9 km, o túnel tem a parte submarina mais longa do que a de qualquer outro túnel. Fonte: Eurostar

terça-feira, 8 de março de 2016

China conta com aquecimento da economia com a expansão da ferrovia de alta velocidade

Em 2015, a China investiu uma soma de 820 bilhões de yuans para a construção de 9.000 quilômetros de ferrovias no país enfatizando os investimentos, no desenvolvimento de infraestrutura para o crescimento econômico a longo prazo.

"A economia está esfriando, a construção de ferrovias de alta velocidade atende a demanda das pessoas por viagem, e a demanda do país para o crescimento. Ela também estimula o investimento em outras indústrias relacionadas", disse Ji Jialun, China Academy of Sciences ferroviárias. Nos próximos cinco anos, a China vai investir 3,5 trilhões de yuans para o setor ferroviário, passando para 30.000 quilômetros de ferrovia de alta velocidade. Fonte: Nihao-Salam



sexta-feira, 4 de março de 2016

Trens de Alta Velocidade o Futuro em Mobilidade

A história dos trens de alta velocidade iniciou-se na década de 60, mais precisamente em 1964, quando o Japão inaugurou o primeiro trem de alta velocidade no mundo. No Japão ele é conhecido como trem bala ou shinkansen. A China surpreendeu todo o mundo e hoje já o país com a maior malha ferroviária de alta velocidade do Mundo.

A média de velocidade máxima dos trens de alta velocidade está entre 300 à 380 km/h em velocidade de cruzeiro. O recorde de velocidade de um trem de alta velocidade roda trilho, chegou a 574,8 km/h em testes realizados pela empresa francesa Alstom em Paris. Abaixo em um pátio terminal na China, alguns trens da empresa CRH, aguardam instruções do centro de controle operacional para iniciarem o serviço de passageiros. Fonte: Revista Eletrônica de Alta Velocidade




terça-feira, 1 de março de 2016

Governo poderá retomar projeto de trem de passageiros ligando Rio de Janeiro à São Paulo

O pacote de concessões do governo federal poderá crescer com a retomada do projeto do trem de passageiros entre Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas. Após dois operadores ferroviários da China e uma construtora de Hong Kong comunicarem o interesse no projeto, o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, afirmou ontem que o tema voltará a ser debatido em Brasília. Ainda com a memória do fracasso do trem bala, o ministro diz que a linha entre as metrópoles poderá ser de “média velocidade”.


“Tivemos a manifestação de interesse de duas das principais companhias ferroviárias chinesas e, antes dessa viagem, uma empresa de Hong Kong fez o mesmo”, disse o ministyro após reunião do G-20.

Em Pequim, o ministro se reuniu com a China Railway Construction Corporation (CRCC) e a China Railway Engineering Corporation (CREC). A terceira interessada é a construtora Hsin Chong Construction Group. “Temos três firmas. Creio que podemos reabrir o processo.”

Questionado sobre a eventual retomada do polêmico trem-¬bala, o ministro disse que o tema ainda será estudado. Barbosa, porém, demonstrou estar aberto a uma viagem mais lenta que a prometida antes da Copa do Mundo. “As empresas apresentarão propostas com a solução mais adequada e pode ser de alta velocidade ou média velocidade. O importante aqui não é a velocidade final, mas o interesse das firmas que amplia o nosso programa de concessão”.  Fonte: O Estado de S. Paulo Foto: Silvério Borges

Em 04/02/2016 - Trens Pendolino uma alternativa viável ligando Rio à São Paulo por Silvério Borges.


Governo português anuncia novo plano de investimentos no setor ferroviário - EUR 2,7 bilhões

O Governo português anunciou novo plano de investimentos no setor ferroviário. Preveem-se investimentos de EUR 2,7 bilhões, grande parte dos quais captados junto a fundos europeus. Os Projetos priorizam a modernização da malha existente e adequação para transporte mais eficaz de mercadorias. 


No último dia 12, o Ministro do Planejamento e das Infraestruturas de Portugal, Pedro Marques, anunciou o plano de investimentos na rede ferroviária portuguesa para os próximos seis anos. Serão seguidas, em linhas gerais, as diretrizes do Plano Estratégico de Transportes e Infraestruturas (PETI), aprovado na legislatura anterior.

O Plano prevê investimentos da ordem de EUR 2,7 bilhões, 95% dos quais provenientes de fundos comunitários (Horizonte 2020, Connecting European Facilities, CEF e Plano Juncker). No total, serão contemplados 1.200 km de ferrovias, ao longo dos próximos seis anos.

São os seguintes os projetos considerados prioritários para o Governo, no âmbito do plano de investimentos:

- Modernização e ampliação do Corredor internacional Norte (conexão entre os portos de Aveiro e Leixões a Salamanca, na Espanha): investimento de EUR 691 milhões, concursos para as obras previstos para abril e setembro próximos;

- Modernização e ampliação do Corredor Internacional Sul (conexão entre dos portos de Sines, Setubal e Lisboa a Caia, na Espanha): investimento de EUR 626 milhões, concursos para as obras previstos para março, abril e dezembro próximos. Estima-se que haja redução de 1,5 horas no trajeto Sines-Caia após a conclusão dos trabalhos no Corredor.

- Modernização da linha Norte: EUR 315,8 milhões; e

- Modernização da linha do Minho: EUR 83,2 milhões.

A prioridade do Governo são os corredores de transporte de mercadorias. Muitas das obras de modernização previstas se destinariam a adaptar as linhas férreas ao trânsito de composições de 750 metros (hoje, a maioria comporta apenas 400 metros).

No que se refere aos Corredores Internacionais Norte e Sul, as principais artérias de transporte de bens, estima-se que a capacidade seja duplicada, gerando ganhos superiores a EUR 4 milhões anuais à Infraestruturas de Portugal (IP), responsável pela malha ferroviária do país. Prevê-se, também a geração de cerca de 6.500 postos de trabalho por ano na execução das obras. Fonte: Ministério das Relações Exteriores/Foto: Silvério Borges


A maior rede de alta velocidade do mundo - China

Trem de Alta Velocidade no pátio de manutenção em Changchun, capital da província de Jilin, nordeste da China. A China tem a maior rede ferroviária de alta velocidade do mundo, com o comprimento total em funcionamento atingir 19.000 km até o final de 2015, cerca de 60% do total do mundo. A rede ferroviária em expansão de alta velocidade está oferecendo conveniência sem precedentes e conforto para os viajantes e impulsionar o desenvolvimento local também. As empresas chinesas tem desenvolvido capacidades de liderança mundial na construção de ferrovias de alta velocidade em condições naturais extremas.



Rotas ferroviárias de alta velocidade em toda a China foram concebidas para influir o menos possível em seu clima variável e condições geográficas. A ferrovia de alta velocidade Harbin-Dalian viaja por áreas onde a temperatura cai para tão baixa quanto 40 graus Celsius abaixo de zero no inverno, a ferrovia Lanzhou-Xinjiang atravessa o selvagem deserto de Gobi e a estrada de ferro ilha de Hainan pode resistir a tufões. A China Railway Corp, planeja gastar mais 800 bilhões de yuans (cerca de 120 bilhões de dólares) em 2016, especialmente nas regiões central e ocidental menos desenvolvidas. Fonte: Xinhua / Wang Haofei
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...