quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Trem de alta velocidade com alta capacidade

O ministério dos transportes da China afirma que cerca de 3 bilhões de viagens individuais foram feitas durante o ano passado , ou "corrida de primavera". A China ainda é um país pobre, e a maioria dessas viagens (até 80%) provavelmente será feita por ônibus de longa distância. Mas um número cada vez maior de viajantes cruzará o país com conforto climatizado na rede ferroviária de alta velocidade na China.


O trem de alta velocidade (HSR) na China cresceu a partir de uma única linha de demonstração de 113 quilômetros construída especialmente para as Olimpíadas de Pequim 2008 em um sistema nacional de 25 mil quilômetros (15,500 milhas). Essa primeira linha de Pequim-Tianjin levou três anos para construir. O resto da rede nacional levou apenas mais dez.

A rede originalmente planejada da China "4 + 4" de quatro linhas principais norte-sul e quatro leste-oeste agora está quase concluída. Uma rede alargada "8 + 8" de 38.000 km (24.000 milhas) de trilho de alta velocidade deverá estar operacional em 2025. Novas melhorias provavelmente se concentrarão em velocidade e não em distância. Fonte: Forbes/Salvatore Babones


quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Jogos Olímpicos de Inverno de 2018

Uma vista geral da estação de trens de Seul. Um novo trem de alta velocidade será usado para ligar Seul com PyeongChang. Estima-se que o custo da construção da linha ferroviária é de US $ 3,7 bilhões. De volta ao cenário das grandes competições internacionais, a Coreia do Sul realizou a sua apresentação sobre os Jogos de Inverno PyeongChang 2018. A competição será pela terceira vez realizada em solo asiático – Saporo (1972) e Nagano (1998) e pela primeira vez no país que recebeu a Olimpíada de Verão de 1988, em Seul. 


Os sul-coreanos prometem “gastar” menos que os russos. De acordo com o presidente do Comitê Organizador, Kim Jin-sun, o orçamento está previsto em US$ 9 bilhões (cerca de R$ 21 bi), sendo US$ 7 bi (cerca de R$ 16 bi) em infraestrutura. Para realizar Sochi 2014, o governo russo e o Comitê desembolsaram US$ 50 bi (R$ 117 bi) e o custo estimado do Rio de Janeiro 2016, por sua vez, em infraestrutura e para a competição está previsto em R$ 29 bilhões. Fonte: Terra


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...