sexta-feira, 3 de maio de 2013

Em Brasília, Comitê de Túneis dá apoio ao projeto do TAV

Representantes do Comitê Brasileiro de Túneis (CBT) estiveram em Brasília na semana passada. A Diretoria do CBT foi oferecer apoio institucional ao projeto do Trem de Alta Velocidade (TAV) que vai ligar as cidades de Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro e terá cerca de 100 quilômetros de túneis. No dia 19 de abril, Hugo Rocha, presidente do CBT, e Jairo Pascoal, vice-presidente, se reuniram com diretores da EPL e ANTT, órgãos responsáveis pelo projeto do TAV. 

O objetivo do Comitê Brasileiro de Túneis foi se colocar à disposição para colaborar. “O CBT pode fazer a conexão entre o interessado, neste caso EPL e ANTT, a indústria tuneleira, o mercado internacional e a boa prática da engenharia”, afirma o presidente do CBT. “Pelo constante contato com a comunidade tuneleira nacional e internacional, o Comitê pode promover eventos com temas de interesse da EPL e da ANTT, indicar profissionais da área, indicar normas internacionais – como as da ITA (International Tunnelling and Underground Space Association) – além de indicar trabalhos desenvolvidos pelos grupos de trabalho da ITA, que podem ajudar nos estudos para os projetos”.



A visita à capital do país começou pela EPL (sucessora da ETav) – Empresa de Planejamento e Logística, responsável pelo projeto e construção do TAV – onde os representantes do CBT foram recebidos por Hélio Mauro França, diretor da EPL e Bernardo Figueiredo, diretor-presidente da EPL, além do associado ao CBT, engenheiro Eloi Palma e da apoiadora, geóloga Noris Diniz. 

À tarde os trabalhos continuaram, desta vez com visita à ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres. Roberto David, superintendente executivo da ANTT, foi o responsável por receber Hugo Rocha e Jairo Pascoal. 

A Empresa de Planejamento e Logística e a Agência Nacional de Transportes Terrestres foram convidadas pelo CBT a participar do World Tunnel Congress 2014 (WTC2014), evento anual da ITA que está sendo organizado pelo CBT e será realizado em Foz do Iguaçu, em maio do próximo ano. “Será uma ótima oportunidade para que, principalmente a EPL, apareça no cenário internacional e atraia empresas do mundo inteiro que têm interesse em trens de alta velocidade”, conclui Hugo Rocha. 

O Comitê Brasileiro de Túneis é uma entidade de caráter técnico-científico ligada à Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS). Fundado em 1990, o CBT reúne profissionais, acadêmicos e empresas da área para discutir questões de túneis e propor soluções subterrâneas para a infraestrutura das cidades, visando sempre o bem estar e a segurança da sociedade.

Fonte: Construção e Negócios