sábado, 11 de maio de 2013

Estação de Liége TGV - França

A nova estação foi concebida como uma ligação entre duas áreas distintas da cidade, que foram separadas pela necessidade da passagem do TGV. No lado norte uma área urbana degradada e do lado sul uma paisagem residencial. O seu conceito é baseado na transparência e no diálogo urbano. A transparência é-nos transmitida pelo arco monumental, de aço e vidro, com os seus impressionantes abrigos. Calatrava envolve o espaço com um terminal de 200 metros, construído sobre um eixo simétrico noroeste -sudeste. O tecto arqueado de 146 metros expande-se sob as cinco plataformas.


O enorme edifício de vidro substitui a fachada tradicional e estabelece uma subtil interacção entre o interior da cidade e a estação. Ela é organizada verticalmente: em direcção á Place de la Gare as plataformas dos comboios distribuem-se por 3 níveis. 10 metros acima, na colina Cointe existem 5 níveis, 3 de estacionamento, um acesso de veículos que se liga com o apeadeiro e uma passagem aérea pedestre.

No nível da Place de la Gare, como reforço da paisagem urbana da rua, está uma faixa contínua de unidades comerciais. O grand hall dos passageiros e a área da bilheteira SNCB está localizada no eixo principal. As pontes pedestres e acessos sob a linha ferroviária permite uma comunicação contínua entre os dois lados da estação.