quarta-feira, 8 de maio de 2013

França e Rússia propõem-se estimular competências em Trens de Alta Velocidade

Os caminhos-de-ferros russos (RZD) e franceses (SNCF) assinaram acordo para desenvolver competências conjuntas em centro de investigação e formação no segmento da alta velocidade (AV).
O acordo celebrado propõe-se desenvolver e reforçar,  colaborações bilaterais relacionadas com a AV entre os dois países. Aposta nas áreas científica, tecnológica, e de influência técnico-profissional, para aplicação no domínio ferroviário do segmento AV. No caso russo o clima ou a geografia são questões que o acordo pode ajuda a pensar e procurar responder.
A Universidade Ferroviária de Moscovo (MIIT), mais o Conservatório Nacional de Artes e Ofícios (CNAM) e a École des Ponts (ParisTech) franceses, vão ser as entidades envolvidas como suporte. A investigação conjunta, o intercâmbio de professores, investigadores e alunos, e dos cursos, vai ser promovido em função das necessidades do acordo assinado e operadores envolvidos.