sexta-feira, 20 de junho de 2014

Siemens também disputa a compra da Alstom

A briga pelo controle da francesa Alstom, cobiçada pela americana General Electric (GE), esquentou. Nesse fim de semana, a alemã Siemens encaminhou uma carta-proposta ao conselho de administração da Alstom. Segundo a imprensa internacional, em linhas gerais, o grupo alemão propõe uma troca de ativos, mais um pagamento em dinheiro.

Pela oferta, a Siemens transferiria para a Alstom seus ativos no setor de trens; em troca, ficaria com a parte de energia da francesa. Assim, a Alstom, que já é a terceira maior do mundo no mercado de transportes, ganharia um reforço nesse negócio. A companhia fabrica, por exemplo, os trens de alta velocidade da França (os TGVs). Já a Siemens, que domina a tecnologia de turbinas para usinas térmicas, encorparia também os projetos no mercado de turbinas para hidrelétricas, em que a Alstom atualmente é a líder.

Além disso, a Siemens estaria disposta a desembolsar até 11 bilhões de euros em dinheiro para selar o acordo.

De acordo com a imprensa internacional, a proposta recebeu sinais positivos do governo francês, que tenta evitar que a GE assuma o controle da Alstom. Na semana passada, a companhia americana ofereceu US$ 13 bilhões (cerca de 7 bilhões de euros) para ficar com a divisão de energia da Alstom – o negócio de trens ficaria fora do contrato.

Fonte: Istoedinheiro