quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Túnel do Canal da Mancha fez seu 20º aniversário

Vinte anos atrás, a rainha Elizabeth II e o presidente Francois Mitterrand enfrentaram a garoa para cortar a fita inaugural do Túnel do Canal da Mancha, realizando um sonho de séculos de ligação entre a França e a Grã-Bretanha sob o mar.

O projeto mobilizou 12 mil engenheiros, técnicos e trabalhadores para criar o maior túnel submarino do mundo ao longo de quase 38 quilômetros do norte da França e no sul da Inglaterra, ganhando o "Prêmio Global de Engenharia do Século" pela Federação Internacional de Engenheiros.


Em 2013, a Eurotúnel - que emprega cerca de 3.700 pessoas - teve um lucro líquido de 101 milhões de euros (140 milhões dólares), o que levou o presidente-executivo Jacques Gounon a dizer: "Pela primeira vez na história do Eurotúnel, pensamos que a situação do grupo é completamente satisfatória. "

A construção durou seis anos, custou cerca de 15 bilhões de euros e viu trabalhadores escavar três túneis um para cada sentido e um no meio de serviço.

Em um momento histórico, um trabalhador britânico e francês apertaram as mãos em dezembro de 1990 no túnel de serviço, cerca de 100 metros sob o Canal da Mancha.

O túnel foi inaugurado em 1994 e, seis meses depois, o primeiro trem de passageiros Eurostar percorreu sua extensão.