sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Previsão de Início da Operação do Trem de Alta Velocidade no Brasil será em 2020

Em relação ao Transporte Ferroviário de passageiros, o projeto mais em evidência atende pelo apelido de trem-bala,oficialmente Trem de Alta Velocidade (TAV), para ligação das cidades do Rio,São Paulo e Campinas.Assim como a Ferrovia Norte-Sul, o projeto de construção da via férrea vem desde a década de 1980, de acordo com informações publicadas no site da Empresa de Planejamento e Logística S.A.(EPL).


Em 2007, o governo federal incluiu no Programa Nacional de Desestatização (PND) e no ano seguinte foram contratados serviços de consultoria para analisar a viabilidade técnica,econômica e financeira do TAV.Em 2010,ainda segundo a EPL,foram concluídos os estudos e o texto do edital de licitação para a concessão. Em julho de 2011, o governo realizou, na sede da BM&F Bovespa, o leilão de TAV para ligar as cidades de Campinas,São Paulo e Rio de Janeiro.

Como o processo não foi concretizado por falta de propostas,o governo dividiu a licitação em duas etapas.Pelo novo modelo, segundo o texto, investidores terão participação de 55% na Sociedade de Propósito Específico (SPE), a ser formada em conjunto com a Empresa de Planejamento e Logística.A participação da EPL na operação do trem será de 45%.

Segundo a EPL,"atualmente estão sendo desenvolvidas ações que visam estruturar, aprimorar e ampliar a base de dados disponível, além de realizar estudos básicos para o desenvolvimento dos projetos de engenharia, entre os quais se inclui a complementação dos estudos ambientais necessários à elaboração do EIA-RIMA e o aprimoramento do traçado do TAV." Ainda segundo a EPL,"as novas datas para a realização do processo de licitação da concessão do TAV Rio de Janeiro-Campinas estão sendo avaliadas e ainda não foram definidas. De acordo com o modelo de implantação vigente, essas datas e o desenvolvimento do projeto deverão ser compatíveis com a previsão de início de operação do sistema em 2020. Fonte EPL