terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Lançamento bem sucedido de serviços comerciais através do novo túnel Gotthard

Em 11 de dezembro de 2016, a SBB começou a operar serviços de passageiros através do novo túnel de base do Gotthard (GBT). As primeiras semanas de operação através do túnel ferroviário mais longo do mundo foram relativamente suaves. Em regra, os comboios de passageiros percorrerão o túnel de base do Gotthard a velocidades de até 200 km/h, em comparação com os 100 km/h para os trens de cargas.


O túnel de 57 quilômetros, que liga Erstfeld a Biasca, proporcionará mais capacidade, ligações mais rápidas e mais viabilidade no que se refere ao transporte ferroviário de mercadorias. Uma vez que a mudança de horário em 11 de dezembro de 2016, até quatro trens de cargas por hora pode trafegar em ambas as direções. Os serviços de cargas terão sua capacidade aumentada de 180 para 210 trens por dia. O tempo de viagem para os passageiros ao longo do corredor norte-sul foram diminuídos em cerca de 30 minutos. Cerca de 48 trens de passageiros viajarão através do novo túnel todos os dias.

O túnel passou por uma série de testes antes de entrar em serviço. De 1 de Junho a 11 de Dezembro de 2016, 4500 trens de mercadorias e 500 trens de passageiros percorreram a estrutura como parte de um período de avaliação da operação. Isto permitiu que as condições atuais de funcionamento no túnel de base do Gotthard fossem simuladas da forma mais realista possível.

O novo corredor do Gotthard será desdobrado para a sua plena capacidade no final de 2020, quando o Túnel de Base do Ceneri e o corredor de quatro metros se tornarem operacionais. A capacidade de carga será aumentada no corredor do Gotthard para 260 trens por dia, enquanto que o tempo de viagem de passageiros entre a parte de língua alemã da Suíça e Milão serão reduzidos para uma hora. Fonte: SBB