sábado, 7 de abril de 2018

Empresa de cápsulas que viajam a 1.200 km/h inicia operação no Brasil

A norte-americana HyperloopTT inaugurou nesta sexta-feira (6) um centro de pesquisa e desenvolvimento em parceria com o Governo de Minas Gerais. O local escolhido para receber as instalações foi o município de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. A empresa é uma das envolvidas no desenvolvimento das cápsulas de transporte em alta velocidade criadas por Elon Musk.


A parceria publico-privada (PPP) terá o investimento total de R$ 26 milhões, metade desse valor sairá dos cofres do governo do estado. A prefeitura cedeu um terreno de 22 mil km² de uma fábrica desativada. O local foi reformado para abrigar a iniciativa, mas foram preservadas algumas características originais do prédio que foi fechado na década de 1960.

O centro de pesquisas terá como objetivo encontrar soluções para os problemas de logística no Brasil. Até o final do ano, empresas, startups e universidades brasileiras estarão trabalhando de forma colaborativa para desenvolver e aprimorar ideias para o setor.

"O Brasil tem buscado resolver problemas de logística e de sustentabilidade. A HyperloopTT pode ajudar a encontrar essas soluções", afirma o CEO e cofundador da HyperloopTT, Bibop Gresta.

O Brasil e o hyperloop

O conceito do hyperloop foi apresentado pelo fundador da Tesla e da Space X, Elon Musk, em 2013. A proposta é levar passageiros e carga em cápsulas flutuantes que chegam a 1.200 km/h dentro de tubos à vácuo. Com essa velocidade, o trajeto entre São Paulo e Rio de Janeiro pode ser feito em só 20 minutos, por exemplo.

A vinda da HyperloopTT para o Brasil faz do país um candidato para ter um hyperloop. A empresa já iniciou esse projeto em Los Angeles (EUA), Abu Dhabi (Emirados Arábes Unidos) e Toulouse (França). Os primeiros testes com um protótipo serão realizados até o fim do ano na França. Fonte: Tecnologia e Ciências Pablo Marques R7