domingo, 15 de março de 2020

Renfe facilitará alterações e cancelamentos de passagens sem custos para os viajantes afetados pelas medidas de combate ao coronavírus

A empresa permitirá a partir de segunda-feira 16 um novo número de telefone de informações específicas para esses casos: 918 314 520 A medida entrará em vigor para todos os ingressos e tarifas, incluindo aqueles que não permitirem alterações e cancelamentos.



A Renfe facilitará a alteração ou cancelamento de passagens para todos os viajantes afetados por medidas sanitárias para combater o coronavírus. Essa operação, que não envolverá custos para os clientes, será aplicada a todas as tarifas, incluindo aquelas que não contemplam a possibilidade de alterações (tarifas Promo e Mesa e passagens para o novo trem Avlo) e permitirá que a passagem seja trocada por outra para viajar. Posteriormente, receba o equivalente ao custo dos ingressos em pontos (se você é um cliente do programa + Renfe) ou através do novo 'Código de Retorno'. As medidas pós-venda estão em vigor, em princípio, até 30 de abril.

O procedimento urgente possibilitado pela Renfe permitirá que todos os bilhetes comprados sejam trocados por outro trem e por outro dia sem custo para o viajante, independentemente da tarifa em que o bilhete foi comprado.

No caso de o viajante não ter uma data de viagem planejada, a Renfe também oferece a possibilidade de reembolso total do bilhete para viagens compradas com o Promo +, Ida e Volta, Flexível, Mesa, Ouro, Jovem, Feiras e Congressos e todos de natureza reembolsável; ou aqueles adquiridos para o novo trem Avlo com o complemento de 'alterações e cancelamentos'.

No caso de passagens consideradas 'não reembolsáveis' (apenas as tarifas Promo ou Avlo), a Renfe permitiu a possibilidade de os viajantes receberem o equivalente ao valor da passagem de trem por meio de pontos (para aqueles clientes do programa de fidelidade + Renfe, válido por 3 anos), por meio de um novo 'Código de retorno' (com o qual eles podem comprar passagens de trem pelo mesmo valor entre 1º de maio e 31 de dezembro )

A medida entra em vigor na segunda-feira, 16 de março. Os viajantes que tiveram uma passagem de 9 a 15 de março e não puderam viajar, podem ir da segunda-feira 16 ao novo número de telefone 918 314 520 e solicitar qualquer uma das duas opções mencionadas (reembolso da passagem em pontos se você é um cliente + Renfe ou um 'Código de retorno' para trocar por um bilhete futuro pelo mesmo valor). Para fazer isso, você deve fornecer à nova central de atendimento o número do ticket não utilizado. Em nenhum dos casos serão aplicadas taxas de administração.

Os titulares de passes (passe AVE, passe flexível e passe colaborativo) terão seu período de validade prorrogado 60 dias após a data de vencimento do passe, que atualmente é válida por 4 meses.

Além disso, a Renfe providenciou a devolução integral dos bilhetes a todos os viajantes dos programas de férias. Esses retornos serão feitos através das agências autorizadas por este programa, às quais a Renfe já comunicou a medida.

Além disso, para todos os bilhetes de várias viagens emitidos pelos viajantes Renfe, tanto para os serviços Cercanías, Media Distancia ou Avant, o período de uso será prorrogado por dois meses. Esse tipo de fertilizante é especialmente usado pelos cidadãos para a mobilidade obrigatória diária, tornando-o uma medida que ajudará a mitigar os danos que os cidadãos estão sofrendo em suas vidas diárias como resultado da crise que estamos enfrentando.

Também a aplicação, até 30 de abril de 2020, da possibilidade de troca livre de todos os bilhetes individuais de Média e Média Avant, adquiridos de 9 de março a 30 de abril de 2020, seja por ingresso para outra data ou para um voucher de desconto no mesmo valor. Fonte: Renfe