domingo, 15 de dezembro de 2013

Barcelona para Paris em trem de alta velocidade

Trem percorre trecho Barcelona-Paris em apenas seis horas e 25 minutos. A Viagem inaugural foi feita neste domingo (15) com 800 passageiros a bordo.

Espanha e França inauguraram neste domingo (15) quatro rotas diretas em trem de alta velocidade, entre elas a que une Barcelona e Paris em apenas seis horas e 25 minutos, e destacaram que abrem novas oportunidades econômicas e turísticas para os países.



O novo serviço foi inaugurado com um ato solene no Palácio dos Reis de Mallorca de Perpignan (no sul da França), onde chegou hoje o primeiro trem de alta velocidade (TGV) vindo de Barcelona (no nordeste da Espanha) após uma hora e 10 minutos de viagem e com autoridades dos países entre os mais de 800 passageiros a bordo.


Primeiro trem de alta velocidade (TVG) conectando França e Espanha passando perto de Le Boulou, no Sul da França neste domingo (15). (Foto: Raymond Roig/AFP Photo)


O presidente do conselho da estatal ferroviária francesa SNCF, Guillaume Pepy, a bordo do primeiro trem de alta velocidade a conectar a França e a Espanha. (Foto: Joel Saget/AFP Photo)

A ministra espanhola de Fomento, Ana Pastor, e o vice- ministro de Transportes da França, Frédéric Cuvillier, qualificaram de "histórica" a viagem deste domingo, porque representa o fim "das fronteiras" ferroviárias entre os países.

Os representantes destacaram as "oportunidades" econômicas e turísticas que estas novas conexões abrem: Barcelona-Paris, com dois trens diários por sentido; Madri-Marselha, através de Barcelona e em sete horas; Barcelona-Lyon, em 4 horas e 53 minutos, e Barcelona-Toulouse, em três horas.

Pastor declarou que "os Pirineus (as montanhas) deixam de ser uma barreira" entre os dois países, e reforçou que a aliança entre as empresas Renfe e SNCF para permitir estas conexões são consequência "do diálogo e do entendimento" entre os governos.

As rotas iniciadas neste domingo "são um meio de transporte rápido, cômodo e seguro", e para Pastor as conexões "abrem novas oportunidades de mobilidade e de troca" entre França e Espanha.

O mercado atual dos deslocamentos entre Espanha e França é de 82 milhões de viagens anuais, 89% delas em veículo privado, e agora a alternativa ferroviária de alta velocidade fará concorrência ao automóvel, ao ônibus e até ao avião.

Durante 2014, as companhias, que operarão sob a denominação Renfe e SNCF, preveem ampliar frequências e destinos para atender a uma demanda estimada em um milhão de viajantes internacionais.

Por enquanto, o trajeto Barcelona-Paris será feito em TGV franceses, inicialmente do modelo Duplex Dayse, e espanhóis se dedicarão às outras linhas (Madri-Barcelona-Marselha, Barcelona-Lyon e Barcelona-Toulouse). As linhas iniciadas transformam Barcelona em um 'hub' de comunicações ferroviárias, já que permitirão conectar a rede espanhola de TGVs com a francesa, tornando possível a conexão ferroviária com o norte da Europa. Fonte: Agencia EFE


Veja mais sobre a ligação Espanha e França aqui.