quarta-feira, 17 de abril de 2019

Veja como será o gigantesco aeroporto que a China constrói em Pequim que terá ligação com Trens de Alta Velocidade e Metrô

A capital chinesa vai ganhar mais um mega-aeroporto. Batizado de Daxing, ele será o "maior terminal aeroportuário em um prédio só". Vai se espalhar por um milhão de metros quadrados e terá dois andares para chegadas e partidas. Com previsão de inauguração para setembro, deve receber 100 milhões de passageiros por ano.


O acesso será facilitado por uma linha de trem que conectará o aeroporto com outras cidades e pela ligação do terminal com o metrô de Pequim.


A construção "inteligente" conta com uma série de mecanismos para usar energia de forma eficiente - paineis solares, veículos movidos a energia limpa e estruturas para coletar água da chuva. Fonte: BBC



domingo, 14 de abril de 2019

Estação Reggio Mediopadana

Stazione Reggio Mediopadana é a única parada no serviço de trem de alta velocidade entre Milão e Bolonha. O planejamento e o desenvolvimento do projeto levaram em conta que a estação ferroviária servirá uma área muito maior do que apenas a cidade de Reggio Emilia, com o número de usuários potenciais estimados em 2 milhões.


O piso abaixo do nível da plataforma acomoda várias áreas de serviço da estação: uma área de passageiros com unidades comerciais relevantes, uma área de acesso a trens regionais e uma área com armazéns, depósitos e instalações sanitárias. Quatro escadas rolantes levam ao nível da plataforma em ambos os lados, enquanto dois elevadores panorâmicos estão localizados no meio da estrutura. Os impactos no ambiente e na paisagem foram mitigados pela criação de áreas verdes ao longo da linha ferroviária e da área de entrada da estação. Ao ajustar a grande área de estacionamento um pouco mais baixa - ligeiramente abaixo do nível do solo circundante - as coroas elevadas das árvores exibem os veículos de estacionamento, resultando em uma geometria de fachada não perturbada que pode ser percebida sem interrupção. Fonte: Divulgação


sexta-feira, 12 de abril de 2019

Otimização e eficiência energética Frecciarossa - Itália

Os trens de alta velocidade italianos, são ricos em otimização e eficiência energética da manutenção do Frecciarossa, são trens que percorrem a linha de alta velocidade entre Turim e Salerno viajam até 300 km/h, com conexões rápidas e freqüentes. Serviços como rede Wi-Fi, com entretenimento, conexão de internet 3G e informação geo-referenciada, 2 assentos para pessoas com deficiência que viajam em cadeiras de rodas e dois assentos para ajudantes no carro 3, dois banheiros para cada carro e outro para pessoas com deficiência também no carro de número 3. Fonte: fsnews.it


quarta-feira, 10 de abril de 2019

Novo viaduto do TGV sobre o rio Tejo avança em direção a Badajoz

A linha de alta velocidade da Extremadura avança na província de Cáceres, tendo a Adif - entidade pública empresarial responsável pela Alta Velocidade sob a alçada do Ministério de Fomento espanhol, realizado ontem testes de carga na ponte sobre o rio Tejo de forma satisfatória.


Foram colocados 48 camiões com carga até 38 toneladas cada um, fazendo a cobertura dos 324 metros de longitude total do arco, do viaduto sobre o rio Tejo, o segundo maior do mundo na sua tipologia para linhas de alta velocidade, estando os camiões dispostos em duas e três linhas na plataforma, seguindo as duas hipóteses de carga requeridas: simétrica e assimétrica, em relação ao eixo da prancha. O teste também serviu para verificar se o comportamento estrutural corresponde ao previsto.


A ADIF autorizou ainda a licitação de 10 milhões de euros para a montagem de estradas em quase 20 quilómetros do troço entre Talayuela e Plasencia.

O viaduto tem 5 km de extensão e 26 vãos, localiza-se no trecho Cañaveral-reservatório de Alcántara, tem um arco de betão armado de 324 metros de luz, com 70 metros de altura sobre o Tejo e mais de 90 metros acima do nível médio da água.

A obra foi realizada pelo consórcio das construtoras espanholas Copisa y Copasa, executando um projeto da empresa Carlos Fernández Casado. Com esta obra terminada, fica concluída uma estrutura que será uma referência para o TGV em Espanha, fazendo a ligação de alta velocidade entre Cáceres e Plasencia, embora a sua conclusão se tenha realizado com quatro anos atrasados em relação ao planeado.

A ADIF autorizou ainda a licitação de 10 milhões de euros para a montagem de estradas em quase 20 quilómetros do troço entre Talayuela e Plasencia. Em Espanha, o TGV está cada vez mais próximo de Badajoz, enquanto em Portugal, o projeto foi colocado na gaveta. Fonte: Rádio Elvas


terça-feira, 9 de abril de 2019

Estação Liège - Bélgica

A viagem de Londres de St Pancras para Liège-Guillemins na Bélgica leva pouco mais de três horas, com uma mudança em Bruxelas do Eurostar para outro trem de alta velocidade. É tão rápido, na verdade, você quase sente que está viajando no tempo. Não é apenas porque os carros parecem estar indo para trás quando o trem dispara ao lado de autoestradas.

A estação de Liège-Guillemins é uma revelação, tão grande quanto qualquer no sentido de que parece irreal e visionário. Esta estação reluzente, encomendado pela estrada de ferro do Estado belga, é facilmente uma das melhores do mundo, transparente arquitetura sugere abertura, a dissolução de fronteiras, horizontes infinitos, velocidade, graça e facilidade. Sua estrutura aparentemente delicada mas imensamente forte, o trabalho dos engenheiros com valorização de teias de aranha.