domingo, 9 de dezembro de 2018

O trem mais rápido do mundo em operação - 431 km/h

O trem mais rápido do mundo não é o mais novo, o mais brilhante, ou mesmo o que tem os ingressos mais caros. Cobrando US $ 8 por pessoa, por viagem, o Maglev percorre quase 19 milhas do Aeroporto Internacional de Pudong, em Xangai, até a estação de metrô Longyang, nos arredores de Xangai. É isso mesmo - o trem, que leva pouco mais de 7 minutos para completar a jornada usando a tecnologia de levitação magnética (maglev), não vai para o centro da cidade.



Como tal, a maior parte dos passageiros desde sua estréia em 2004 tem sido viajantes a caminho do aeroporto, câmeras prontas para tirar uma foto dos indicadores de velocidade quando o trem atinge 431 km / h (267 mph). Fonte: SMT


sábado, 1 de dezembro de 2018

Estação de Urumqi comporta até 8.000 passageiros em seu salão

Com uma distância de 1.776 km de linha de alta velocidade entre Lanzhou e Urumqi, está em operação desde 16 de Novembro de 2014. Os trens funcionam a uma velocidade máxima de 250 km/h. A nova estação de alta velocidade Urumqi HS começou sua construção em 2012. O enorme salão de espera comporta até 8000 passageiros ao mesmo tempo. A capacidade máxima para a estação será 240.000 passageiros por dia. Fonte: Xinhua


A estação ferroviária Ürümqi é uma estação reconstruída, antigamente uma pequena parada chamada Ergong. Agora é um importante centro de transporte, atendendo trens de alta velocidade e convencionais em Ürümqi , Xinjiang . Não deve ser confundido com a Estação Ferroviária Sul de Ürümqi , que ficou conhecida com o mesmo nome de 1962 a 2014, quando a nova estação foi concluída. A estação mais nova, sendo muito maior e mais grandiosa que a sul de Ürümqi, assumirá o papel da estação primária de Ürümqi. No entanto, os trens continuarão a atender ambos, com alguns serviços expressos ignorando a estação mais antiga.

Construído principalmente como o terminal ocidental da Ferrovia de Alta Velocidade Lanzhou-Xinjiang , os trens de alta velocidade agora conectam a província do extremo oeste às cidades do leste da China pela primeira vez, permitindo trens expressos para Pequim em cerca de 18 horas, muito menos que os 31 horas anteriormente tomadas. Os serviços ferroviários convencionais continuam a usar a ferrovia Lanxin em direção ao leste e a Ferrovia Xinjiang do Norte , a oeste do restante da província.



terça-feira, 27 de novembro de 2018

Shinkansen diagnóstico avançado - Dr. Amarelo

Estação Shinagawa-ku, Tokyo, Dr. Amarelo é o apelido dado ao trem de alta velocidade que só sai na calada da noite, verificando trilhos, alinhamentos, sondagem, trepidação, raios de curvas entre outros atributos. O Japão foi pioneiro nos trens de alta velocidade, conhecido com uma pontualidade invejável em todo mundo.


Você pode ver sua câmara digital no nariz da composição, um dos equipamentos embarcados, é raro de detectar esse trem durante o dia, normalmente ele trafega a noite e de madrugada quando o tráfego diminui bastante. Os japoneses gostam tanto do Doctor Yellow que ficam super animados quando conseguem tirar algumas fotos. Fonte: JR



quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Train Express High Speed

O Korea Train Express KTX é um sistema de trens de alta velocidade da Coreia do Sul operado pela companhia Korail. A tecnologia do comboio é baseado no sistema de TGV francês, apresentando velocidades de mais de 300 km/h. Em 16 de Dezembro de 2004 o comboio coreano HSR-350X efetuou uma viagem de testes alcançando os 352.4 km/h.

Após 12 anos de construção, a linha Gyeongbu (ligando Seul até Busan via Daejeon e Daegu) e a linha Honam (Seul paraGwangju e Mokpo) abriram em 31 de Março de 2004, utilizando trens de alta velocidade em apenas parte da linha (Seul-Daegu), a nova linha corta o tempo de viagem entre Seul e Busan dos anteriores 260 minutos para apenas 160 minutos, chegando até 116 minutos. Fonte: KTX

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Trens de Alta Velocidade - Cádiz

Cádiz é uma cidade espanhola de grande prestígio e reconhecimento internacional. Será conectada de Sevilha e Madrid e, a partir daí, a todos os novos serviços ferroviários nacional articulado, estendendo rapidamente em toda a península.

São 157 quilômetros de (bitola ibérica e internacional) via dupla e pelo qual os trens vão funcionar em velocidades de até 250 km/h e 300 km/h de Sevilha. Fonte: Cadizeconomic


Estação South Bay San Fernando

Falar da história da cidade de Cádis pode-nos levar a um sem fim de palavras, pois, por exemplo, a "Tacita de Plata", é considerada a cidade mais antiga do Ocidente.

Desde a fundação de Cádis até aos dias de hoje, ocorreram muitos acontecimentos históricos, muitos com grande relevência.

Foram encontrados vestígios de artefactos do período calcolítico, o que evidencia a ocupação humana desta zona desde a pré-história. A cidade de Cádis foi fundada pelos Fenícios cerca do ano de 1100 a.C., sob o nome de Gadir. Devido ao carácter mercantil desta civilização, estes procuravam sempre locais costeiros como pequenas ilhas, com localização estratégica. Gadir converteu-se num importante porto mercantil dedicado ao comércio de matérias primas como o estanho, a prata ou o âmbar.

A cidade alcançou uma grande prosperidade no período romano. Não foi em vão que Júlio César lhe concedeu o título de civitas federata no Senado romano. Os seus habitantes obtiveram a cidadania romana. Outra prova dessa prosperidade é o legado romano que ficou tanto na cidade como em toda a Província. Gades, nome que os romanos deram à cidade, é citada em muitos escritos da época. Em muitos destes há referências ao templo de Melkart-Hercules, que tinha uma grande importância na antiguidade. Desse período ainda podemos encontrar alguns vestígios, como o teatro romano que se encontra no Bairro do Pópulo. Na última fase do Império Romano começou a decadência da cidade, que continuou até ao final da Idade Média.



sábado, 10 de novembro de 2018

Trens internacionais ligam a China para a Europa

China Railway Networks é a mais complexa e mais movimentada rede de alta velocidade em todo o mundo. China Railway conecta quase todas as cidades. Na China, trem significa segurança, conveniência e transporte rápido e confortável. Existem várias linhas ferroviárias principais na China, elas são: Linhas Jingjiu de norte a sul, Linha Jingguang de norte a sul, Linha Longhai de leste a oeste e assim por diante.


Existem trens internacionais que ligam a China para a Europa através da Mongolia, Rússia, até chegar a Londres, bem como Viena, Central Leste da Ásia. Estes trens são chamados Pequim-Moscou, Beijing-Ulan Bator normalmente chamado Trans-Siberian Railway, Pequim-Hanoi, Vienam, Pequim-Pyongyang, e agora há um novo trem de Urumqi-Astana. Também há trens para o Tibete de Pequim, Xangai, Cantão, Xian, Lanzhou, e Xining. As linhas já são utilizadas por trens de cargas e testes com passageiros. Fonte: China Trens