quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Estação Colônia Alemanha

Colônia, também chamada de Köln (alemão) ou Cologne (inglês), fundada pelos romanos, possui mais de dois mil anos de história. Conhecida por sua catedral gótica, a mais popular da Alemanha e uma das mais famosas da Europa, a cidade fica às margens do rio Reno e é uma das maiores da região de Nordrhein-Westphalen (Renânia do Norte-Vestfália) com 1 milhão de habitantes. Vale visitar também os diversos museus, construções históricas e galerias de arte. Além da catedral, Colônia orgulha-se do seu carnaval e das noites agitadas. Experimentar a Kölsch, cerveja produzida na cidade. Foto: TavTrilhos

sábado, 12 de janeiro de 2019

Automotriz de Grande Velocidade - AGV Alstom

O trem de alta velocidade AGV da Alstom é o primeiro trem na gama Avelia projetado para atender o mercado internacional e tendo plenamente em conta as preocupações ambientais. Pode ser operado até 360 km/h em segurança. O trem de alta velocidade que também está entre os trens mais econômico do mercado em termos de custos de consumo de energia e manutenção.


A arquitetura dos carros articulados foram criados uma ligação rígida entre eles. Além do conforto proporcionado, essa rigidez minimiza o risco de deslocamento e empilhar carros em caso de descarrilamento.

Além disso, a unidade de absorção de energia cinética instalado no nariz do AGV oferece um elevado nível de protecção em um acidente. Fonte: Altom


quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Japan Railways Group - JR

O grupo é composto por sete empresas operacionais e outras duas empresas que não fornecem serviço ferroviário. As empresas operacionais estão organizadas em seis operadores de passageiros e um operador nacional de frete. Ao contrário de alguns outros grupos de empresas, o Grupo JR é constituído por empresas independentes, e não tem sede do grupo ou uma holding para definir a política comercial geral.


As ferrovias de passageiros do Grupo JR são separadas por região. Quase todos os seus serviços estão dentro da área geográfica prescrita. No entanto, algumas operações de longa distância se estendem além dos limites. O serviço de trem Shirasagi entre Nagoya e Toyama , por exemplo, usa o material circulante JR West, mas o segmento entre Nagoya e Maibara é de propriedade da JR Central, cuja equipe gerencia o comboio nessa seção.

A Japan Freight Railway Company opera todo o serviço de frete na rede anteriormente detida pela JNR.

Além disso, o grupo inclui duas empresas não operacionais. Estes são o Railway Technical Research Institute e Railway Information Systems Co., Ltd.

Para cobrir várias áreas de negócios não-ferroviárias, cada operador regional no Grupo JR tem seu próprio grupo de empresas subsidiárias com nomes como "JR East Group" e "JR Shikoku Group". Fonte: JR





segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Novo Alfa-X chegará 400 km/h em 2019

O trem experimental deve ser testado a velocidades de até 400 km/h (250 mph) para avaliar novas tecnologias a serem incorporadas em novos trens para operar em serviço de receita a velocidades de até 360 km/h (225 mph). Ele testará novas tecnologias, incluindo amortecedores para reduzir a vibração e reduzir a probabilidade de descarrilamento em grandes terremotos. Também testará projetos de corpo que reduzam a aderência à neve em condições de inverno.


O trem E956 avaliará dois perfis diferentes do nariz do carro.

A Classe E956 ( E956 形 ) , com a marca " ALFA-X " é um trem experimental Shinkansen de dez carros encomendado pela East Japan Railway Company (JR East) no Japão para testar a tecnologia a ser incorporada a futuros trens shinkansen operando em velocidades de até 360 km/h (225 mph). O nome é um acrônimo para "Advanced Labs for Frontline Activity in rail eXperimentation". Fonte: JR








domingo, 23 de dezembro de 2018

Governo promete Porto-Lisboa em menos de duas horas

O grande objetivo do Plano Nacional de Investimentos para a próxima década é "descongestionar a grande coluna ferroviária do país", adianta o ministro das infraestruturas, Pedro Marques. Para isso, conta com os votos favoráveis do PSD.


A informação é avançada pelo semanário Expresso que quantifica em 1.500 milhões de euros o investimento, que passará pela construção dos troços Cacia-Gaia, Soure-Coimbra, Santarém-Entroncamento e Alverca-Azambuja. Nas palavras do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, que é entrevista pelo semanário, "descongestionar a grande coluna ferroviária do país" é o principal objetivo. 

O ministro garante que, com este investimento, será possível "finalmente baixar para menos de duas horas a ligação entre Lisboa e Porto". Deste reforço da capacidade ferroviária resultará também uma enorme redução do transporte automóvel de mercadorias, retirando das estradas "o equivalente a 100 mil camiões por ano".

Entre os maiores investimentos estão a linha ferroviária Aveiro-Mangualde, a segunda fase de expansão do aeroporto de Lisboa ou a expansão dos metros do Porto e de Lisboa. Tudo somado, refere o Expresso, são mais de 20,4 mil milhões de euros em projetos e programas de investimento que, previsivelmente, serão executados na próxima década. 

O plano deverá chegar ao Parlamento em Janeiro e o Governo espera conseguir o apoio do PSD. "O país está farto de dissensos e de avanços e recuos nas grandes infraestruturas", diz Pedro Marques, que conclui que para se alcançar essa estabilidade "o papel do PSD é inegável". Fonte: Jornal de Negócios PT Foto: Silvério Borges TAV Trilhos


quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Quebec-City-Windsor nova frota de trens - Via Rail Canadá

A VIA Rail está entusiasmada em apresentar aos viajantes ao longo do corredor Quebec-City-Windsor nossa nova frota de trens. Adaptado para a forma como nos movemos hoje, nossos novos trens bidirecionais darão prazer em viajar e farão com que você se sinta como sua casa longe de casa ou um bom dia no escritório. 


Com uma pegada ambiental reduzida (graças a uma das tecnologias mais eficientes em termos energéticos) e uma experiência de viagem mais confortável e acessível, a nossa nova frota orgulhosamente irá levá-lo onde você precisa para ser mais eficiente e responsável.


Com uma chegada programada em 2022 até 2024, estamos no caminho certo para levar os canadenses a um futuro mais verde, mais acessível e mais eficiente. Fonte: Via Rail Canadá