domingo, 6 de maio de 2018

O trem de alta velocidade da China é um terço do preço dos EUA e metade do preço da Europa

A China tinha uma rede ferroviária de 124.000 km no final do ano passado, com as maiores redes ferroviárias de alta velocidade do mundo, cobrindo mais de 22.000 km, informou a agência estatal de notícias Xinhua em fevereiro. A quantidade de ferrovias de alta velocidade em operação será aumentada para 30.000 km até 2020, conectando mais de 80% das grandes cidades do país.


A assinatura de acordos ferroviários de alta velocidade está no topo da agenda dos líderes chineses que fazem viagens ao exterior, mas muitos dos acordos sofreram com problemas de financiamento.

Uma análise do Banco Mundial em 2014 estimou que a China gasta entre US $ 17 milhões e US $ 21 milhões por quilômetro em trens de alta velocidade, em comparação com US $ 25 milhões a US $ 39 milhões na Europa. Fonte: Brian Wang/Next Big Future


quarta-feira, 2 de maio de 2018

Alfa Pendular aumento de 5,8% de passageiros

CP transportou 122 milhões de passageiros em 2017. A CP - Comboios de Portugal E.P.E. encerrou o ano de 2017, com um total de 122 milhões de passageiros transportados e 250 milhões de euros em proveitos de tráfego. Comparativamente com o ano anterior, viajaram nos comboios da CP, mais 7,1 milhões de clientes,enquanto a receita aumentou 19,6 milhões de euros,correspondendo a um crescimento global de 6,3% e 8,5%, respectivamente.


O crescimento do volume de passageiros foi transversal a todos os serviços da empresa, com a seguinte distribuição:

Alfa Pendular – 2,196 milhões de passageiros (+5,8%)
Intercidades – 3,941 milhões de passageiros (+6,1%)
Urbanos de Lisboa – 83 milhões de passageiros (+7,3%)
Urbanos do Porto – 21,6 milhões de passageiros (+3,8%)
Regional – 11,050 milhões de passageiros (+3,7%)
Internacional – 251 mil passageiros (+7,3%)

De recordar que, desde o ano de 2013, altura em que a CP conseguiu inverter a tendência de quebra de procura, o volume de passageiros transportados tem registado aumentos sucessivos, confirmando a opção pelo comboio por milhares de portugueses, na sequência da dinâmica comercial que a empresa tem vindo a implementar. Fonte: CP Foto: José Ventura


quinta-feira, 26 de abril de 2018

Túnel de vento, neve, granizo e variações de temperaturas nos trens de alta velocidade - Siemens

Trem de alta velocidade na Alemanha durante testes de condições meteorológicas extremas no centro de pesquisa Rail Tec Arsenal, em Viena. Como parte de seus testes de segurança, a Siemens, fabricante do trem, comparado a 1.000 horas de serviço operacional em um túnel de vento de 300 metros de comprimento, onde os inspetores independentes expõem um protótipo à chuva, granizo e neve em temperaturas que variam de abaixo de zero para mais de 110 graus Fahrenheit. Preocupações sobre a segurança ferroviária de alta velocidade é uma constante. Fonte: Siemens

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Trens de alta velocidade em pátio de manutenção - China

A neve geralmente não é um problema para os trens de alta velocidade, eles possuem um verdadeiro aparato que os habilitam trafegar com extrema segurança com esse tipo de clima tão intenso e severo em alguns países mais frios cujo o inverno são mais castigados. 

Na foto abaixo trens de alta velocidade em parada temporária em uma estação de manutenção em Hefei, província de Anhui, leste da China. A neve interrompeu o transporte ferroviário em algumas áreas de Anhui. Alguns trens influenciados pela queda de neve costumam fazer parada técnica no pátio de manutenção que fica em Hefei para fornecer energia e proteção ao inverno. Fonte:  Xinhua/Guo Chen

domingo, 22 de abril de 2018

Ligação de trem de Lisboa para Hendaye na França - Sud Expresso

O trem internacional Sud Expresso permite-lhe chegar ao centro das cidades nas primeiras horas da manhã. Com partidas diárias de Lisboa para Hendaye na França e de Irun na Espanha para Lisboa, o Sud Expresso, em serviço noturno, permite descansar, dormir, organizar trabalho e aproveitar para saborear as refeições a bordo do vagão restaurante.


O Sud Expresso tem ligação, em Hendaye, ao Trem de Alta Velocidade francês – "TGV-Atlantique" que circula entre a fronteira franco-espanhola e Paris. No sentido inverso, a ligação entre Hendaye e Irun, para conexão ao Sud Expresso, poderá ser feita utilizando o trem da empresa Euskotren, mediante aquisição de bilhete próprio.

Tem também uma ligação Interegional para o norte do país no percurso Porto Campanhã/Coimbra B/Porto Campanhã.

Pode optar por lugares cama, em compartimentos para 1, 2 ou 4 pessoas ou lugares sentados em classe Turística. Fonte: CP



domingo, 15 de abril de 2018

Tóquio para Osaka no E5 Shinkansen

Tóquio para Osaka no E5 Shinkansen, muitas vezes visto como o pioneiro das ferrovias de alta velocidade, uma tradição que parece querer manter, o Japão é mais conhecido por seu trem super-rápido E5 Shinkansen. O "trem-bala" funciona na linha de alta velocidade mais movimentada do mundo, com a maior parte dos passageiros passando entre Tóquio e Osaka. Demora mais de três minutos para o trem desacelerar. Velocidade máxima: 200 milhas por hora. Fonte: Japan Air



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...