terça-feira, 28 de julho de 2020

Renfe implanta sistema de pagamento com cartão por aproximação

A Renfe implementa o sistema Cronos em Málaga, para acesso direto com pagamento com cartão bancário sem contato. Assim, os usuários podem acessar o trem diretamente a partir de segunda-feira, aproximando-se o cartão, físico ou virtualizado em um dispositivo móvel, sem ter que comprar previamente o bilhete nas bilheterias ou nas máquinas de venda automática.


O subdelegado do Governo em Málaga, Teófilo Ruiz, o gerente da Área de Serviço Público Sul e o delegado institucional da Renfe na Andaluzia, Francisco Arteaga, apresentaram este sistema, que foi implementado pela primeira vez no serviço de Cercanías da cidade, o serviço será implantado progressivamente no resto dos Núcleos da Espanha.


A nova forma de pagamento é válida apenas para o bilhete único, uma taxa usada por mais de 80% dos viajantes regulares das Cercanías de Málaga. Por esse motivo, foi o núcleo escolhido para iniciar a implementação deste projeto. Também foi levado em consideração que este é o quarto núcleo na Espanha em volume anual de usuários; que possui uma tecnologia anterior em todas as suas estações que facilita a incorporação do novo sistema e que mantém um volume estável de viagens ao longo do ano. Fonte: Málaga hoy


domingo, 12 de julho de 2020

Trem de alta velocidade autônomo

Com o potencial para viajar a até 350 km/h, o novo trem autônomo reduz consideravelmente os tempos de viagem na China. Um dos exemplos dados pelo jornal The Independent é a viagem principal, entre Pequim e Zhangjiakou: as viagens de três horas foram reduzidas para apenas 47 minutos. 


O trem de alta velocidade Jing-Zhang faz ainda uma parada em Yanqing. A escolha das cidades está ligada à preparação dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, que serão distribuídos entre várias cidades chinesas: Pequim, Zhangjiakou ou Yanqing. Outras paradas deste comboio de alta velocidade é Badaling Chang Cheng, um dos pontos mais populares da Grande Muralha da China, que tem uma média de dez milhões de visitantes por ano. 

Este trem tira partido dos últimos avanços do mundo tecnológico: além de ser autônomo, algumas das viagens incluem luz inteligente, painéis sem fios para carregamento de gadgets ou painéis touch-screen. Com muita tecnologia, o trem conta ainda com 2500 sensores a bordo, que são usados para recolher dados sobre a viagem. As primeiras viagens foram realizadas em 30 de dezembro, com cerca de 30 viagens por dia, entre Pequim e Zhangjiakou. Destas ligações, só seis por dia é que disponibilizam a viagem “smart”. Como seria de esperar, quem escolher uma das ligações com tecnologia pagará ligeiramente mais: as viagens “smart” custam 90 yuan (11,72 euros), enquanto as viagens normais custam 77 yuan (10 euros). Fonte: The Independent

domingo, 5 de julho de 2020

China mantém trem mais rápido do mundo em operação

A China procura manter-se globalmente em seus serviços ferroviários e vender seus trens de alta velocidade e como parte da "Belt and Road Initiative", decidiu relançar o serviço de trem mais rápido do mundo. O site controlado pelo governo Thepaper.cn informou que sete pares de trens de alta velocidade estarão operando sob o nome "Fuxing", o que significa rejuvenescimento, de acordo com o South China Morning Post . 


Os trens chegarão mais uma vez à 350 km/h, com uma velocidade máxima de 400 km/h (248 mph). É relatado que o serviço ferroviário contará com um sistema de monitoramento que irá diminuir automaticamente os trens em caso de emergência.

A linha Beijing-Shanghai começará a operar em 21 de setembro e encurtará a viagem de quase 820 milhas por uma hora, a quatro horas trinta minutos. Cerca de 600 milhões de pessoas usam essa rota todos os anos, fornecendo um lucro líquido de US $ 1 bilhão. Outras rotas incluem Pequim-Tianjin-Hebei, que começará a operar hoje, 21/8/17.

A China colocou mais de 12.400 milhas de trilho de alta velocidade até o momento, com a intenção de adicionar mais 6.000 milhas até 2020. Segundo a Associated Press, o país gastou US $ 360 bilhões na construção da rede de trens de alta velocidade, criando o maior no mundo. Fonte: Fortune

domingo, 21 de junho de 2020

Talgo Avril G3


Foi concebido como uma plataforma adaptável às necessidades de cada cliente. Ele é baseado em tecnologia Talgo com inovações importantes para os trens de alta velocidade, pode operar a uma velocidade de até 380 km/h, com uma configuração revolucionária no setor, inspirado na aviação comercial, bancos 3 + 2 em cada linha, para garantir a capacidade máxima e flexibilidade aos operadores ferroviários. Esta distribuição permite uma maior capacidade de alcançar 600 lugares dentro da sua configuração padrão.


AVRIL é um trem de alta capacidade com um andar, sendo capaz de transportar mais de 600 passageiros, graças a uma inovadora configuração 3 + 2. Graças ao desenvolvimento de um novo tipo de trem Talgo o único trem do mundo e do mercado com estas características.

A AVRIL é concebido como um conceito de plataforma, a fim de se adaptar às necessidades dos clientes e oferecer a melhor resposta ao projeto de alta velocidade internacional.

Interoperabilidade


Largura da via: 1435 milímetros, 1520 milímetros ou 1.668 milímetros;
Versão com e sem alteração largura eixos;
Sistema de tração projetado para 4 tipos de tensões;
Possibilidade de diesel drive / elétrico;
Possibilidade de sistema de inclinação ou não;
Carros Possibilidade de largura padrão (2.900 mm) e máximo (3.200 mm). Fonte: Renfe



sábado, 6 de junho de 2020

A Bombardier Transportation e Trenitalia assinaram um novo contrato

A Bombardier Transportation e a Trenitalia assinaram um novo contrato para serviços de logística integrados para apoiar a frota de trens de alta velocidade ETR500. O pedido básico é de seis anos e também há uma opção por mais seis anos. Este é um passo importante no ciclo de vida da frota ETR500, pois permite à Trenitalia aproveitar os benefícios da excelência em serviços da Bombardier adquirida durante o gerenciamento de contratos anteriores de logística e manutenção de material rodante.
                                                  

Franco Beretta, Presidente e Diretor Gerente da Bombardier Transportation Italy, disse: “Estamos muito satisfeitos por continuar nossa colaboração de longo prazo com nosso cliente Trenitalia com este novo contrato para serviços de suporte logístico integrado. Este contrato sob medida garantirá a disponibilidade contínua de peças de reposição e componentes reparáveis ​​para a frota ETR500 Frecciarossa. ” Ele continuou: “Gostaria também de aproveitar esta oportunidade para expressar meus agradecimentos à indústria ferroviária da Itália, especialmente aos funcionários da Bombardier, pois eles contribuem para apoiar nossa nação nesses tempos sem precedentes”.

Os trens ETR500 são unidades múltiplas elétricas de alta velocidade e a frota de 58 trens foi fabricada por um consórcio de Bombardier, Alstom e AnsaldoBreda. Os trens estão em serviço na Itália desde meados dos anos 90 e operam sob a marca Frecciarossa (seta vermelha) da Trenitalia desde 2008. Com este novo contrato, a Bombardier fornecerá à Trenitalia cerca de 120 componentes diferentes dentro de um prazo de entrega de 48 horas , incluindo itens novos, reparados e revisados. O contrato inclui componentes críticos, como equipamentos de refrigeração por tração e transformadores.

A Bombardier Transportation possui aproximadamente 700 funcionários na Itália, localizados no local de produção de Vado Ligure, no local de sinalização de Roma e nos pontos de atendimento em todo o país, além de uma equipe com sede no Aeroporto Fiumicino de Roma. A Bombardier possui uma vasta experiência no fornecimento de tecnologia ferroviária de alta velocidade na Itália, mais recentemente como fornecedor líder de trens de alta velocidade V300ZEFIRO , conhecidos na Itália como Frecciarossa 1000, desenvolvidos em conjunto com a Hitachi Rail.

Sobre a Bombardier Transportation 

A Bombardier Transportation é uma provedora global de soluções de mobilidade que lidera o caminho com o mais amplo portfólio da indústria ferroviária. Ele abrange todo o espectro de soluções, desde trens a subsistemas e sinalização, até sistemas completos de transporte pronto para uso, tecnologia de mobilidade eletrônica e serviços de manutenção orientada a dados. Combinando tecnologia e desempenho com empatia, a Bombardier Transportation inova continuamente em termos de mobilidade sustentável, fornecendo soluções integradas que criam benefícios substanciais para operadores, passageiros e meio ambiente. Sediada em Berlim, Alemanha, a Bombardier Transportation emprega cerca de 36.000 pessoas e seus produtos e serviços operam em mais de 60 países. Fonte: Trilhos in Itália


quarta-feira, 27 de maio de 2020

Tokaido Shinkansen inaugurado em 1964

Tokaido Shinkansen é uma linha shinkansen que conecta as três maiores áreas metropolitanas do Japão. Tóquio/Yokohama , Nagoya e Osaka/Kyoto entre si. É a melhor linha shinkansen usada do Japão com partidas a cada poucos minutos. Quando inaugurado em 1964, o Tokaido Shinkansen foi a primeira linha ferroviária de alta velocidade do mundo.


Então os trens já funcionavam à 210 km/h. Hoje atingem velocidades na casa dos 300 km/h. A linha é operada pela Central Japan Railway Company, também conhecida como JR Central ou JR Tokai. Tokaido é o nome da estrada principal, que ligou a antiga capital de Quioto com a atual capital de Tóquio durante o Período Edo. Fonte: JR

quinta-feira, 14 de maio de 2020

E6 Hayabusa e Super Komachi

Trem de alta velocidade E6 Series Hayabusa Shinkansen (verde), este trem entrou em operação em março de 2011, o serviço foi executado na linha de Tohoku Shinkansen, de Tóquio a Aomori, no norte do Japão, ao sul de Hokkaido.

O trem de alta velocidade E6 Series Super Komachi Shinkansen (vermelho), este trem entrou em operação em março de 2013 e roda tanto de Tohoku Shinkansen e Akita Shinkansen linhas. Akita fica na costa noroeste da ilha principal do Japão, Honshu. As velocidades de cruzeiro variam em média de 300 km/h. Fonte: JR



segunda-feira, 4 de maio de 2020

Trens de Alta Velocidade o Futuro em Mobilidade

A história dos trens de alta velocidade iniciou-se na década de 60, mais precisamente em 1964, quando o Japão inaugurou o primeiro trem de alta velocidade no mundo. No Japão ele é conhecido como trem bala ou shinkansen. A China surpreendeu todo o mundo e hoje já o país com a maior malha ferroviária de alta velocidade do Mundo.

A média de velocidade máxima dos trens de alta velocidade está entre 300 à 380 km/h em velocidade de cruzeiro. O recorde de velocidade de um trem de alta velocidade roda trilho, chegou a 574,8 km/h em testes realizados pela empresa francesa Alstom em Paris. Abaixo em um pátio terminal na China, alguns trens da empresa CRH, aguardam instruções do centro de controle operacional para iniciarem o serviço de passageiros. Fonte: Revista Eletrônica de Alta Velocidade