segunda-feira, 27 de março de 2017

Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 - Contagem Regressiva

Uma vista geral da estação de trens de Seul. Um novo trem de alta velocidade será usado para ligar Seul com PyeongChang. Estima-se que o custo da construção da linha ferroviária é de US $ 3,7 bilhões. De volta ao cenário das grandes competições internacionais, a Coreia do Sul realizou a sua apresentação sobre os Jogos de Inverno PyeongChang 2018. A competição será pela terceira vez realizada em solo asiático – Saporo (1972) e Nagano (1998) e pela primeira vez no país que recebeu a Olimpíada de Verão de 1988, em Seul. 


Os sul-coreanos prometem “gastar” menos que os russos. De acordo com o presidente do Comitê Organizador, Kim Jin-sun, o orçamento está previsto em US$ 9 bilhões (cerca de R$ 21 bi), sendo US$ 7 bi (cerca de R$ 16 bi) em infraestrutura. Para realizar Sochi 2014, o governo russo e o Comitê desembolsaram US$ 50 bi (R$ 117 bi) e o custo estimado do Rio de Janeiro 2016, por sua vez, em infraestrutura e para a competição está previsto em R$ 29 bilhões. Fonte: Terra

sexta-feira, 24 de março de 2017

Apresentação do novo Alfa Pendular

Já transportamos 26 milhões de clientes, já viajamos 41 milhões de quilômetros e porque queremos que continue conosco, renovamos o nosso comboio e investimos no conforto, para que se sinta tão bem como em casa. Os bancos em pele estão ainda mais cômodos e preparados para longas viagens. O bar e os WC’s estão mais modernos. 


Temos, também, novos sistemas de iluminação e uma experiência multimídia melhorada. Já dissemos que queremos que se sinta como no seu escritório? Evoluímos nas condições de acesso Wi-Fi e às redes de comunicações móveis, e todos os bancos têm tomadas elétricas individuais. A nível exterior, na pintura e sinalética, assumimos a modernidade nas cores, tendo sempre presente a harmonia cromática das nossas paisagens: o verde dos campos e os cromados da cidade. Apresentamos o novo Alfa Pendular e assumimos consigo o nosso compromisso na mudança. Para além de melhorar os nossos comboios, estaremos mais atentos ao que precisa, a formar pessoas para o receber, para que continue a fazer parta da nossa história. Fonte: CP




quinta-feira, 23 de março de 2017

Automotriz de Grande Velocidade

O primeiro trem ultramoderno Alstom AGV, sob gestão da operadora privada italiana NTV. Fundada em 2006 para operar a rede de trens de alta velocidade da Itália, a NTV, o primeiro operador privado da Itália, escolheu a Alstom em 2008 para fornecer e manter 25 composições AGV num período de 30 anos. Com velocidades comerciais de 360 ​​km/hora herdeiro do recorde mundial de velocidade quebrada pela Alstom em 2007, este novo trem revolucionou o setor, incorporando os mais recentes avanços em segurança, economia, conforto, ergonomia, aerodinâmica e serviços de passageiros. Graças a estas tecnologias, a AGV é capaz de viajar a 360 km/h em rotas comerciais.



O AGV é o primeiro trem de alta velocidade a ser inteiramente concebido para um mercado internacional em plena conformidade com as normas STI, tendo plenamente em conta as preocupações ambientais.

Este trem inovador combina arquitetura altamente articulada com bogies compartilhados, motores de tração distribuída e ímã permanente. Esta combinação aumenta a segurança, aumenta a capacidade de bordo em 20% e dá ao operador um grande grau de flexibilidade em relação ao comprimento dos trens, compondo de sete a catorze carros. Fonte: Alstom


terça-feira, 21 de março de 2017

Novo Alfa será apresentado em Lisboa

O aspeto exterior foi totalmente alterado e os interiores foram profundamente reformados. Para a apresentação do 4009, o primeiro trem de alta velocidade Alfa Pendular renovado, a CP está a promover nas redes sociais a hashtag #NovoAlfaPendular. Este trem foi em tempos batizado com o nome de Manoel de Oliveira e a assinatura do já falecido cineasta é mantida neste comboio. A Apresentação do novo Alfa será feita no dia 24 de março às 11:00h. A apresentação contará com o ministro Pedro Marques e será feita na estação de Santa Apolónia em Lisboa. Fonte: Portugal Ferroviario.Net



domingo, 19 de março de 2017

China continua avançando na expansão dos trens de alta velocidade

Um trem de alta velocidade chinês passa pela ponte Tunli em Nanning, capital da Região Autônoma Zhuang de Guangxi, no sul de China, em 19 de fevereiro de 2017. Guangxi construirá mais de 2.000 quilômetros de trilhos de alta velocidade para ligar todas as cidades da região durante o período do 13º Plano quinquenal (2016-2020). A China está na direção do seu objetivo que é ligar o máximo de cidades em seu país por trens de alta velocidade. Fonte: Xinhua/Huang Xiaobang




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...