segunda-feira, 30 de junho de 2014

Trem de Alta Velocidade - Hayabusa o Falcão Peregrino

Os Trens de alta velocidade Shinkansen , o trem bala japonês, foram concebidos com contornos aerodinâmicos perfeitos que lhe permitem facilmente deslizar através de trilhos de aço em velocidades muito altas. Quanto mais rápido ele vai a mais sexy se parece.

O Hayabusa é o produto de décadas de engenharia de trabalho intensivo, e horas incontáveis ​de trabalhos. A busca para desenvolver melhores metais, polímeros rígidos suaves e esteticamente diferentes elementos em toda uma unidade de operação e, em seguida, aprender a misturar tudo isso para que o ser humano possa experimentar absolutamente o mais alto nível de conforto em altíssimas velocidades.


Trem de Alta Velocidade - Alstom Polônia

O trem com a tecnologia de inclinação nas curvas também conhecido como Pendular ou Pendulino fabricado pela empresa francesa Alstom,  usado em vários países da Europa como Itália - país de produção, Espanha, Portugal, Eslovénia, Finlândia, Federação Russa, República Checa, Reino Unido, Eslováquia e outros, está sendo testado nos dias de hoje em Tarnow, Polônia.


O trem Pendolino parou por alguns minutos em 06 de novembro na estação de trem em Tarnow. O trem parece muito bem e parece "sentir em casa" nos trilhos poloneses. De acordo com a mídia local, viajando com trens de alta velocidade estará disponível na Polônia a partir de dezembro de 2014, ou no verão de 2015. 

domingo, 29 de junho de 2014

Shinkansen - Hayabusa

O Japão vendeu tecnologia Shinkasen para Taiwan e espera captar outros mercados no exterior, incluindo o Brasil e Vietnã, mas enfrenta forte concorrência de fabricantes na China, França e Alemanha.

O maior prêmio é uma futura rede ferroviária de alta velocidade dos EUA que o presidente Barack Obama tem promovido, o financiamento público previsto é de $ 13 bilhões. O então governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger fez um passeio teste inicial no Hayabusa, quando ele visitou o Japão.

O Japão disse que seus trens possuem um histórico de segurança forte, apesar de correr em um país propenso a terremotos. Nenhum passageiro já morreu devido a um descarrilamento ou colisão.

O país também tem vindo a desenvolver um trem por levitação magnética ou maglev, diferentemente dos trens de alta velocidade que tem sua tecnologia roda trilho.



sexta-feira, 27 de junho de 2014

Estação de Trens de Alta Velocidade Mediopadana - Itália

O projeto do arquiteto Santiago Calatrava, autor das três pontes sobre a rodovia, é o elemento de identificação da cidade. Sua localização estratégica sublinha o seu papel de "estação da porta", o que é crucial para o sistema de mobilidade nacional e internacional regional.

A nova estação é uma estrutura de aço que cobre a linha de alta velocidade, as plataformas de passageiros e as rampas para o andar térreo.

Em Reggio Emilia,  a estação de alta velocidade Mediopadana é articulada em dois níveis, o nível mais baixo fornece os serviços da estação e pode ser acessado a partir do exterior, e o nível superior abriga as plataformas. Os níveis são ligados por duas escadas rolantes, um para cada lado e dois elevadores panorâmicos na área central. A cobertura é composta por uma sequência repetida de 13 portais que se alternam, gerando uma série de ondas que se deslocam.

De acordo com a perspectiva, as ondas alternadas em fase ou oposição de fase, formando uma calma e uma frente áspera. À noite, a iluminação interna sublinha a direção sinuosa, mostrando a estrutura como uma lanterna. A cobertura das plataformas laterais é feita de vidro estratificada instalado entre os portais de aço.


quinta-feira, 26 de junho de 2014

Trens de Alta Velocidade Pendolino - Polônia

A Comissão Europeia decidiu que o fornecimento de 93 milhões de Euros  para financiar a compra de novos trens de longa distância para o operador polonês PKP Intercity (PKP IC) é aceitável sob as regras da UE relativas aos auxílios estatais.

PKP IC vai usar o dinheiro para financiar parcialmente 20 trens de alta velocidade Pendolino comprados da Alstom em 2011, com um financiamento adicional que vem na forma de um empréstimo do Banco Europeu de Investimento (BEI) para cobrir o restante do programa € 430 milhões.

A UE disse que os novos trens iria melhorar o transporte e que o uso de dinheiro público terá novos objetivos de coesão e de transportes da UE.

Joaquín Almunia, Vice-Presidente da Comissão responsável pela política da concorrência, disse: "O uso de trens de alta performance vai melhorar a oferta de meios alternativos de transporte de passageiros na Polônia. Isso deve resultar em um sistema de transporte mais equilibrada, diminuir os efeitos negativos dos transportes no ambiente e limitar o congestionamento de tráfego. "

Os novos trens, que já completou 20 mil km em testes dinâmicos na rede polaca, vai operar em rotas que ligam Varsóvia com Gdansk, Katowice, Cracóvia e Wroclaw a partir de dezembro de 2014. Fonte: PKP


quarta-feira, 25 de junho de 2014

China exportará Trens de Alta Velocidade para Macedônia

O maior fabricante de trens da China, a CSR, assinou na terça-feira um contrato com a companhia ferroviária nacional da Macedônia para vender seis trens bala ao país europeu.
Esta é a primeira vez que a China South Locomotive & Rolling Stock Corporation (CSR) vende seus produtos a Europa.


Os trens serão fabricados de acordo com os padrões nacionais da Macedônia e com os internacionais, com uma velocidade máxima desenhada de 225 km/h e um período de vida de 30 anos, disse Xie Hongbing, um engenheiro da CSR Zhuzhou Electric Locomotive CO., Ltd..

Os trens de alta velocidade se tornaram um talismã para a China moderna. Um vídeo de um trem bala chinês foi apresentado este ano na Times Square, Nova York.


O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, promoveu a tecnologia ferroviária de alta velocidade durante suas várias visitas ao exterior, incluindo a que acabou de fazer ao Reino Unido.

A "diplomacia de trens de alta velocidade" mostra o intento da China de se tornar um centro manufatureiro de trabalho intensivo em um inovador de alta tecnologia. Fonte: China Rádio Internacional

Macedônia

terça-feira, 24 de junho de 2014

Estação Waterloo - Londres

Estação  Waterloo em Londres é um terminal ferroviário no centro de Londres e London Underground um complexo da estação, no bairro londrino de Lambeth. É uma das 19 estações gerenciadas pelo Network Rail e está localizado perto da margem sul do rio Tamisa.

Com mais de 94 milhões de entradas de passageiros e saídas entre abril de 2011 e março de 2012, Waterloo é a mais movimentada estação de trem de passageiros. O complexo de Waterloo é o terminal mais movimentado de passageiros na Europa, tem mais plataformas e uma área maior do que qualquer outra estação no Reino Unido. Grande parte do tráfego de Waterloo é local ou suburbana, todos os serviços regulares são operados pela South West Trains.

A estação era o términal  de Londres para Eurostar trens internacionais no período de 1994 até 2007, quando foi transferido para St Pancras International . Fonte St Pancras




domingo, 22 de junho de 2014

Siemens ICE - Alemanha

O Sistema ICE criado para reunir todas as grandes cidades na Alemanha e incluindo 180 estações, dependendo do significado de diferentes partes dos trens são limpos a cada meia hora, a cada hora ou a cada duas horas. No caso de o elevado número esperado de passageiros (por exemplo, durante a Copa do Mundo em 2006) começou a introduzir trens adicionais.

Ao contrário do TGV francês ou o Shinkansen japonês, o ICE não foi concebido como um sistema único e, portanto, não em todas as estações de trem de última geração (ICE 3), podem desenvolver a sua velocidade máxima de 330 km/h e novas estações e atualizações correspondentes aos padrões internacionais modernos.


sábado, 21 de junho de 2014

Shinkansen série E2 - Japão

Os comboios Shinkansen da série E2 foram construídos entre 1997 e 2005 para as linhas dedicadas à alta velocidade Nagano Shinkansen. Podem ser formadas por unidades de 8 e 10 vagões, sendo que as de 10 vagões podem ser acopladas a unidades da série E3 Komachi.

A sua velocidade máxima é de 275 km/h apesar de em grandes trechos das linhas terem limites de velocidade mais baixos.

Os comboios da série E2-1000 bateram o record de velocidade num comboio de produção em série, não tendo o teste sido feito num comboio dedicado a testes em Abril de 2003, quando se alcançou a velocidade de 362 km/h durante uma série de testes de alta velocidade de madrugada, entre Urasa e Niigata na linha Jōetsu Shinkansen.

A China encomendou uma série de comboios de 200 km/h baseados no desenho das séries E2-1000, sendo o segundo comboio Shinkansen a ser exportado, depois dos comboios Shinkansen da série 700T para Taiwan. A primeira unidade desembarcou no porto de Qingdao a 8 de Março de 2006.



Yakitoriyas - Shinkansen

Quando linhas de trem e bares se encontram, esse ponto de intersecção se torna bastante importante no Japão. Yurakucho é um desses lugares. A região é cheia deizakayas e yakitoriyas, bares no estilo japonês. Os bares da foto são Yakitoriyas, é tipo um buteco japonês, mesas na calçada, espetinho na brasa, souvenirs e motivos religiosos nas paredes, uma máquina registradora e muita gente batendo papo depois do trabalho. 

O visual nessa parte onde foram tirados as fotos, os bares de calçada ficam embaixo da via de rolamento, então, fica você lá tomando sua cerveja, comendo um espetinho e o trem passando ali encima. Dá um ar de subúrbio. O pessoal de terno se livrando da gravata, afrouxando o colarinho. 


sexta-feira, 20 de junho de 2014

Siemens também disputa a compra da Alstom

A briga pelo controle da francesa Alstom, cobiçada pela americana General Electric (GE), esquentou. Nesse fim de semana, a alemã Siemens encaminhou uma carta-proposta ao conselho de administração da Alstom. Segundo a imprensa internacional, em linhas gerais, o grupo alemão propõe uma troca de ativos, mais um pagamento em dinheiro.

Pela oferta, a Siemens transferiria para a Alstom seus ativos no setor de trens; em troca, ficaria com a parte de energia da francesa. Assim, a Alstom, que já é a terceira maior do mundo no mercado de transportes, ganharia um reforço nesse negócio. A companhia fabrica, por exemplo, os trens de alta velocidade da França (os TGVs). Já a Siemens, que domina a tecnologia de turbinas para usinas térmicas, encorparia também os projetos no mercado de turbinas para hidrelétricas, em que a Alstom atualmente é a líder.

Além disso, a Siemens estaria disposta a desembolsar até 11 bilhões de euros em dinheiro para selar o acordo.

De acordo com a imprensa internacional, a proposta recebeu sinais positivos do governo francês, que tenta evitar que a GE assuma o controle da Alstom. Na semana passada, a companhia americana ofereceu US$ 13 bilhões (cerca de 7 bilhões de euros) para ficar com a divisão de energia da Alstom – o negócio de trens ficaria fora do contrato.

Fonte: Istoedinheiro


Railjet ÖBB - Áustria

A Railjet é uma empresa ferroviária de alta velocidade Austríaca (ÖBB), opera a velocidades de até 230 km/h (143 mph). A Railjet é o principal serviço da ÖBB e opera tanto internamente dentro Áustria e serviços internacionais com países adjacentes.

Os carros de passageiros são equipados com freios a disco (3 por eixo em bogies SF400 ), assim como freios de via eletromagnéticas ( freios por correntes de Foucault ), e um freio de estacionamento. O carro de condução também tem freios operados manualmente usando os freios a disco, suspensão bogie primária é por mola, e a suspensão secundária é pneumática.

Os vagões de passageiros intermediários das primeiras unidades foram fabricadas pela Siemens em Maribor, na Eslovênia. A montagem final ocorre em Simmering, Viena. Fonte: OBB



Trens de Alta Velocidade Renfe AVE - Espanha

Na Espanha não é exagero dizer que o AVE, Trem de Alta Velocidade Espanhola, que começou sua operação comercial em 1992, em tempo de ficar pronto para a Expo de Sevilha, mudou a face da Andaluzia. De repente, você poderia chegar a Madrid a partir de Sevilha em duas horas e 20 minutos, sem ter que pegar nenhum taxi para o aeroporto, ou sentar em um trem comum para entre seis e nove horas.

Os serviços que funcionam com linhas especiais, são frequentes e confiáveis, oferecendo famosamente um reembolso se o trem chegar mais do que cinco minutos mais tarde do que a sua hora de chegada prevista. O AVE é executado em velocidades de até 280 kmh.

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Testes em alta velocidade - China

A CRH trem de alta velocidade (China Railway High-Speed), é executado testes operacionais sem passageiros em Xinjiang Uygur Região Autónoma noroeste da China em 10 de junho de 2014. O ensaio para a primeira ferrovia de alta velocidade na região de Xinjiang Uygur Região Autónoma começou em 3 de junho, marcando uma contagem regressiva para operações formais até o final do ano. (Xinhua / Jiang Wenyao)


quarta-feira, 18 de junho de 2014

A Renfe estuda expansão para novas regiões

As empresas de consultoria estão agora apresentando seus relatórios sobre as potenciais rotas de linhas férreas de alta velocidade. A Renfe detém uma experiência considerável em trens de alta velocidade

Faremos o possível para unir as regiões com mais paradas no percurso do que é o habitual na maior parte da Europa, afirma Tom Stillesby, chefe do Estudo Ferroviária de Alta Velocidade. - Isto é, a fim de capturar o mercado a caminho, diz Stillesby. - Padrões de paradas dos trens pode variar de uma partida para outra a fim de manter baixos tempos de viagem, acrescenta.



Operador Estatal Renfe recebe propostas para concorrência

A Ministra do Desenvolvimento Ana Pastor, anunciou em 13 de junho sua aprovação para que as propostas sejam aprovadas para operar os serviços de passageiros comerciais de longa distância em concorrência com RENFE operador estatal.

O licitante vencedor seria capaz de operar os serviços por um período de sete anos na rede convencional de e vias de alta velocidade de Madrid para Albacete, Valencia, Castellón de la Plana, Alacant e Murcia.

De acordo com Pastor, o novo operador seria livre para definir os níveis de serviço e tarifas, com trem da subsidiária de leasing RENFE, para fornecê-lo com o material rodante de sua própria frota. No final do período de sete anos, a rede seria totalmente aberta à concorrência.



terça-feira, 17 de junho de 2014

A DB obteve avanços na competição em tranportes

A competição no negócio ferroviário na Alemanha continua com o avanço. Isso ilustra novamente as crescentes ações de concorrentes no mercado, disse DB - Presidente do Conselho Dr. Rüdiger Grube, por ocasião do recente lançamento do relatório da concorrência 13 DB.

Os serviços de passageiros de longa distância sofreu com os efeitos de verão, com vigência até novembro de 2013. Além disso, a pressão da concorrência pela linha de ônibus de longa distância que foi liberalizado há um ano se intensificou neste mercado.

A cota do transporte ferroviário como um todo caiu de 8,2% a 8%., em contraste com o transporte ferroviário de mercadorias poderia manter a sua quota de mercado de 17,5%. Isto é principalmente um efeito estatístico, pois o Escritório Federal de Estatística tem pela primeira vez algumas ferrovias de cargas em suas avaliações, os números que não são calculadas em anos anteriores na rede ferroviária alemã.



domingo, 15 de junho de 2014

Estação Liège - Bélgica

A viagem de Londres de St Pancras para Liège-Guillemins na Bélgica leva pouco mais de três horas, com uma mudança em Bruxelas do Eurostar para outro trem de alta velocidade. É tão rápido, na verdade, você quase sente que está viajando no tempo. Não é apenas porque os carros parecem estar indo para trás quando o trem dispara ao lado de autoestradas.

A estação de Liège-Guillemins é uma revelação, tão grande quanto qualquer no sentido de que parece irreal e visionário. Esta estação reluzente, encomendado pela estrada de ferro do Estado belga, é facilmente uma das melhores do mundo, transparente arquitetura sugere abertura, a dissolução de fronteiras, horizontes infinitos, velocidade, graça e facilidade. Sua estrutura aparentemente delicada mas imensamente forte, o trabalho dos engenheiros com valorização de teias de aranha.


Trem de Alta Velocidade AGV - Alstom

Trem de alta velocidade AGV, atinge uma velocidade de até 360 km/h. A fabricante Alstom apresentou o comboio na época, o AGV (Automotrice Grande Vitesse), que dispõe de motores em cada carro, permitindo que mais passageiros a serem transportados e aumento da eficiência.

O AGV é capaz de trafegar em todos os transportes ferroviários europeus e será possível variar o comprimento dos trens de 7 a 14 vagões, que prevê entre 250 e 650 lugares.

Um TGV modificado alcançou uma velocidade de 574,8 km/h, um recorde mundial para um trem sobre trilhos convencionais para altas velocidades.



sexta-feira, 13 de junho de 2014

Empresa Francesa SNCF

A SNCF, ou Société Nationale des Chemins de fer Français é uma das principais empresas públicas francesas. Ela exerce uma atividade dupla, por um lado, é uma empresa ferroviária encarregada da exploração comercial dos serviços de transporte ferroviário de passageiros e de mercadorias, e, por outro lado, é encarregada da exploração e da manutenção, por conta do Réseau Ferré de France (RFF), da rede férrea nacional francesa.

Ela emprega aproximadamente 180.000 pessoas. A rede ferroviária conta com aproximadamente 32000 km de linhas, dos quais 1.500 km de linhas de alta velocidade ( TGV) e 14.500 km de linhas eletrificadas. Ela faz circular em média 14.000 trens por dia.



Trem de Alta Velocidade Hitachi - Japão

A Hitachi Rail trens e ferrovias, divisão da empresa de tecnologia japonesa, tem estado presente na Ásia há quase um século, mas a empresa é quase desconhecida em muitos países europeus. Recentemente, a empresa mudou sua estratégia e pretende reforçar a sua presença no mercado ferroviário europeu. Um passo importante para esse fim foi feito recentemente, quando Hitachi Rail mudou sua sede do Japão para o Reino Unido.

Portfólio ferroviário da Hitachi Rail inclui todos os tipos de veículos ferroviários em todas as classes de peso, bem como os sistemas de gestão de tráfego, manutenção ferroviária, sinalização e bilhetagem. Nos últimos anos, a empresa lançou seu sistema de gestão em tempo real, que é um programa amplo, incluindo emissão de bilhetes, de tráfego e manutenção ferroviária.

Já em 1972, a Hitachi desenvolveu o sistema de controle de tráfego computadorizado à rede de alta velocidade Shinkansen japonês.

Quando a Europa está investindo no transporte ferroviário para o futuro, queremos ser parte dela e oferecer nossas soluções. Nós podemos entregar soluções de amanhã hoje, diz Daniela Karthaus, Comunicações Hitachi Rail Europe



Trem de Alta Velocidade - Pequim a Xangai

A  ferrovia de alta velocidade Pequim-Xangai, é um dos grandes projetos na China, com um comprimento total de cerca de 1318 km, esta ferrovia de alta velocidade é um laço ligando duas grandes zonas econômicas na República Popular da China, o Mar de Bohai Rim eo Delta do Rio Yangtze. Esse projeto foi iniciado em 2008 em Abril e durou cerca de 2,5 anos.


Nome: Pequim-Xangai ferrovia de alta velocidade
Comprimento: 1302 km (linha principal) 1318 km (total)
Duração: cerca de 5 horas no total
Tipo: CRH (China Railway High-speed)
Velocidade de operação: 380 km/h
Locais Envolvidos: Beijing City, Província de Hebei, província de Tianjin, província de Shandong, província de Jiangsu, província de Anhui e Xangai Cidade

terça-feira, 10 de junho de 2014

A Alstom anuncia seu novo trem o Coradia Liner V200

Hoje a Alstom apresentou o Coradia Liner V200, a seu mais recente e inovador trem, na Exposição Européia de Mobilidade para o Transporte Público no Parc des Expositions de Paris.

Projetado para renovar o prazer de viajar nas principais linhas européias, bem como a substituição do material circulante Intercity atualmente sendo usado em francês "Principais linhas", o Coradia Liner é uma concentração da tecnologia criado com mais de 30 anos de experiência em alta velocidade ferroviária.


Elétrica dual-mode ou (elétrica e térmica), equipada com tecnologia ERTMS, a Coradia Liner pode ser executado em todas as redes ferroviárias convencionais. Ele pode alcançar velocidades de 200 km/h e capacidade para 900 passageiros.

O Coradia Liner atenda às necessidades dos operadores em termos de desempenho e facilidade de manutenção, enquanto oferece aos viajantes um nível muito bom de serviço e conforto. Ele é projetado para ser acessível a todos, graças à plataforma de altura das portas duplas e seu piso baixo. O Coradia Liner é 100% compatível com STI PMR.

Particularmente adequado para viagens mais longas, oferece conforto sem precedentes com seus assentos reclináveis ​​equipados com tomadas elétricas e luzes de leitura, e suas áreas de serviço, restaurante / bar. Especial atenção tem sido dada ao conforto acústico. Para melhorar a fluidez do movimento on-board, a hospitalidade e áreas de viagens são espaçosos, com corredores largos.

Também projetado para os operadores, o Coradia Liner tem um sistema distribuído de tração, ao longo de todo o trem, proporcionando excelente aceleração e frenagem, permitindo uma maior cobertura do território nacional, sem aumentar o tempo de viagem. O seu consumo é 30% menor do que a do atual Corail, tornou-se o trem nacional e europeu com eco-mobilidade. Fonte: Alstom

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Euroduplex - Alstom

O Euroduplex transporta até 1.020 passageiros a 320 km/h , o Euroduplex, com dois andares, trem de altíssima velocidade, é totalmente interoperável, em outras palavras, capaz de operar em várias redes ferroviárias europeias. Seu design é baseado no modelo de composição articulada e sistemas de energia concentrada herdadas de gerações anteriores de trens.



Este projeto faz o Euroduplex mais barato para comprar e operar, e oferece inúmeras outras vantagens: Redução de ruído e vibração, para um conforto acústico ideal, menos bogies que reduzem os custos de manutenção, maior resistência, aumentando a segurança, no caso de descarrilamento, menor peso e arrasto aerodinâmico que limitar o consumo de energia. Fonte: Alstom




Trem de Alta Velocidade - Eurostar

O Eurostar é um trem de alta velocidade que viaja entre o Reino Unido e as principais cidades da Europa. Os trens Eurostar unem Londres a Paris ou Bruxelas e viajam a velocidades de até 300km/h e por isso oferece a mais curta viagem entre três importantes capitais da Europa. Viajar a bordo do Eurostar é sinônimo de conforto e estilo!

O Eurostar oferece rotas de temporada no verão e inverno na Europa. Durante o verão, de julho a setembro, o Eurostar oferece serviços diretos entre Londres e Avignon, no sudeste da França. Durante o inverno, de dezembro a abril, o Eurostar une diretamente Londres a Moûtiers, Aime-la-Plagne e Bourg St Maurice dando acesso a mais de 40 resorts de esqui nos Alpess, incluindo Courchevel, La Plagne, Tignes, Méribel e Les Arcs.



A Siemens está começando a produção em série do Trem de Alta Velocidade para a Turquia

A Siemens está começando a produção em série do Trem de Alta Velocidade para Turquia, após entregar o primeiro conjunto de trens de alta velocidade fabricado para TCDD (Turkish State Railways) para a Turquia, principal empresa de tecnologia alemã Siemens, fará sua produção em série dos restantes 6 sets.

No ano passado, a Siemens tinha entregue o primeiro conjunto de trens de alta velocidade para Turkish State Railways TCDD. Uma das perguntas mais freqüentes foi a data que a Siemens iria começar a fabricar os conjuntos restantes.


Um porta-voz da empresa, que não quis que seu nome dado, fez uma declaração ao jornalista indicando que a "fabricação dos novos conjuntos de trem começará em junho. No entanto, isto pode demorar dois ou três meses para ter uma idéia sobre o design. Não há nada impedindo-nos para iniciar este projeto. "

O porta-voz afirmou indicaram que os novos conjuntos de trem de alta velocidade será fabricado em uma fábrica em Krefeld, um porto no estado norte-Ren-Westfallen da Alemanha e da primeira carroceria pintada pode ser fabricado em 2-3 meses.



domingo, 8 de junho de 2014

Renfe e Adif investimento em tecnologias

A Renfe e ADIF estão investindo € 195.500 em 2014 para realização de diferentes ações para melhorar a segurança ferroviária, conforme anunciado pelo Secretário de Estado da Infraestrutura, Rafael Catala.

Desse montante, a Renfe tem um título de 20 milhões para as ações decorrentes dos resultados da auditoria que o Ministério das Obras Públicas pediu para executar em toda a rede ferroviária após o acidente de trem em Santiago em julho passado. A ADIF também têm um orçamento de 50 milhões de euros para continuar a implementação do sistema de segurança e sinalização ERTMS.

Especificamente em 2014 este sistema que tem em todas as linhas AVE, será implementado nos trechos de alta velocidade em Barcelona, ​​como ele detalhou o "número dois" do desenvolvimento. Além disso, a ADIF alocados € 45.000.000 para continuar removendo passagens de nível da rede ferroviária convencional e de 60 milhões em diversas medidas para melhorar a segurança.



sábado, 7 de junho de 2014

Trem de Alta Velocidade - Velaro Rus / Siemens

Os russos e viajantes podem viajar entre Moscou e São Petersburgo, em trens de alta velocidade que alcançam até 250 km/h, existe também o destino para Nizhi Novgorod leste de Moscou. As unidades são construídas para resistir a condições climáticas extremas e são, por exemplo, equipados com carroceria dupla camada com ar aquecido circula entre as duas camadas.

Com clima severo com temperaturas muito baixas, não raramente muito abaixo de zero, a tecnologia dos trens Siemens permitem a utilização dos seus trens em qualquer lugar do mundo.

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Começam os testes na maior linha de alta velocidade em Xinjiang - China

Uma linha ferroviária de alta velocidade, de Lanzhou para Xinjiang iniciou seus testes no dia 3 deste mês, segundo o plojeto, a ferrovia vai começar a ser usada no fim deste ano, deixará a Região Autônoma de Xinjiang na era da alta velocidade. A linha de 1776 km diminuirá a duração de uma viagem de Lanzhou para Xinjiang de 20 horas para oito horas.

A lina ferroviária de Lanzhou para Xinjiang partirá da estação oeste da cidade de Lanzhou, passará por Xi Ning da província de Qinghai, Zhang Ye, Jiu Quan, Jia Yuguan da Pronvíncia de Gansu , Há mi, Tu Lufan da região Xinjiang, chegando em Urumuqi, onde a rota terminha. Há 31 estações no total, nesta linha, com uma distância de 1776 km.


Assim a obra tornou-se a construção de linha de alta velocidade com maior quilometragem em todo mundo. A região tem como características ventos muitos fortes, foram construídos ao longo de mais de 500 km em torno da via proteção aerodinâmica para os trens.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Trem de Alta Velocidade Stadler Rail Group

A Stadler Rail Group ganhou um edital para o fornecimento de 29 trens para novos transalpinos linhas ferroviárias de alta velocidade, que foi organizado pela Swiss Federal Railways.

Primeiro com piso baixo, foram aprovados para a operação no território da Suíça, Itália, Alemanha e Áustria. O valor do contrato é estimado em 980 milhões de francos suíços.

Os novos trens são conhecidos como trens EuroCity e são montados nas capacidades da maior fábrica de Stadler em Bussnange.




domingo, 1 de junho de 2014

A maior rede de alta velocidade - CRH - China

A CRH é a maior rede ferroviária de alta velocidade com mais de 7.400 km de extensão, vários corredores do sistema chinês CRH foram concluídos, o restante do sistema será concluído até 2020, elevando o comprimento total de até 25.000 km (16.000 milhas). A perna mais rápida de toda esta rede é um trem MagLev em Xangai, que atinge velocidades de 431 km / h, um sistema diferenciado por levitação magnética. Maglev China



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...